Publicidade

Estado de Minas FUTEBOL MINEIRO

Atlético quer assegurar 1º lugar da fase de classificação no Mineiro

Galo joga contra o Boa Esporte, domingo, a partir das 16h, no Mineirão


16/04/2021 13:02 - atualizado 16/04/2021 13:47

(foto: Pedro Souza/Atlético)
(foto: Pedro Souza/Atlético)
O Atlético vai em busca da vitória contra o Boa, domingo, às 16h, no Mineirão, para assegurar o primeiro lugar da fase de classificação do Campeonato Mineiro, tendo vantagens na sequência. Com isso, poderá respirar só Copa Libertadores pelos nove dias seguintes, nos quais estreará contra o Deportivo La Guaira-VEN, quarta-feira, em Caracas, e América de Cali-COL, dia 27, no Mineirão.
Se vencer o time de Varginha, o técnico Cuca admite usar um time alternativo na última rodada do Estadual, quando visita o Athletic – o jogo será em Sete Lagoas, por falta de condições técnicas em São João del Rei.

Com 21 pontos, quatro a mais que o vice-líder, Cruzeiro, o Galo poderá se garantir como primeiro mesmo com empate. Para isso, basta que o rival e o América, que tem 16, não vençam seus compromissos neste fim de semana. O Coelho recebe o Coimbra, amanhã, no Independência, enquanto a Raposa enfrenta o Pouso Alegre, domingo, no Manduzão.

“Estamos em uma semana importante. Primeiro, temos o jogo contra o Boa, no qual podemos consolidar nossa liderança. Em seguida, a estreia na Libertadores, cujos jogos são sempre muito difíceis. Então, estamos aproveitando bem os dias para aprimorar parte tática, técnica e física para estarmos bem treinados quando começarem os jogos em sequência”, afirma o zagueiro Gabriel.

Ele está cotado para ser titular no jogo de domingo, substituindo Igor Rabello, suspenso. A outra opção é o experiente Réver, que vem de problemas físicos e ainda busca a melhor forma. “Esse jogo agora será importante para termos as vantagens nas semifinais e final. Estou preparado, caso a oportunidade vier. O professor Cuca sabe quem será a melhor opção”, declara.

Formado nas categorias de base do Atlético, ele está acostumado com as cobranças desde o início da carreira. E as considera normais, sobretudo após a derrota em clássico contra o maior rival, como ocorreu domingo, no Mineirão.

COBRANÇAS O mau resultado também gera pedidos de contratações, principalmente para a defesa. Gabriel, porém, contra-argumenta. “É normal no futebol o torcedor, o clube querer mais contratações. Se for para vir, será muito bem recebido, virá para agregar. Mas o Atlético sempre esteve bem servido de zagueiro. O Alonso é jogador de seleção; o Réver, dos melhores da posição; Igor Rabelo, fantástico. Tem também eu, o Bueno. Mas isso (contratações) não cabe a nós.”

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade