Publicidade

Estado de Minas AMÉRICA

Lisca, do América, comenta pausa no futebol: 'Não foi por falta de aviso'

Técnico pede para população se cuidar em meio ao avanço do vírus


22/03/2021 08:11 - atualizado 22/03/2021 08:14

Lisca pede para população se proteger e diz que pausa servirá para descansar o grupo(foto: Mourão Panda/América)
Lisca pede para população se proteger e diz que pausa servirá para descansar o grupo (foto: Mourão Panda/América)
O técnico do América, Lisca, comentou sobre a paralisação do futebol no estado, a partir desta segunda-feira, quando deverá ser oficializada a interrupção do Campeonato Mineiro. O treinador, que já demonstrara preocupação com os jogos e viagens em momento crítico da pandemia no país, citou casos de COVID-19 em clubes e pediu para que todos os brasileiros se cuidem.

"Faço apelo a toda população de Minas, para que todos fiquem em casa e se cuidem. Vamos respeitar os protocolos agora, com a decisão dos órgãos de saúde, governadores, prefeitos, e vamos juntos brigar com esse maldito vírus", declarou o treinador na coletiva depois da vitória sobre o Cruzeiro, no Independência, pela quinta rodada do Campeonato Mineiro.

Lisca já havia se manifestado sobre os jogos em meio à pandemia antes do jogo contra o Athletic, em Juiz de Fora, pelo Campeonato Mineiro. Na ocasião, ele pediu para que a CBF repensasse a Copa do Brasil e se mostrou preocupado com as seguidas viagens para longas distâncias. O América, por exemplo, precisou ir a Campina Grande, na Paraíba, para enfrentar o Treze - venceu por 1 a 0 e avançou à segunda fase. 

Além disso, o treinador conviveu com casos de jogadores contaminados pelo coronavírus, como o volante Juninho, o zagueiro e lateral Joseph, o volante Leo Gomes, além dos atacantes Marcelo Toscano, Leandro Carvalho, Lohan e Kawê. Lisca foi além e ainda citou casos de infecções entre equipes que estão na Copa do Brasil, como Ponte Preta e Marília. "Está muito difícil, há vários casos na Ponte e no Marília depois dessas viagens, e não foi por falta de aviso", ressaltou.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade