Publicidade

Estado de Minas ATLÉTICO

Trio comandará Atlético em eventual transição entre Sampaoli e novo técnico

Integrantes da comissão técnica fixa ficarão responsáveis por dirigir o time se próximo treinador não for contratado até quinta-feira


24/02/2021 07:43 - atualizado 24/02/2021 07:46

Éder Aleixo e Lucas Gonçalves durante treino do Atlético na Cidade do Galo(foto: Bruno Cantini/Atlético)
Éder Aleixo e Lucas Gonçalves durante treino do Atlético na Cidade do Galo (foto: Bruno Cantini/Atlético)
Se não contratar um novo treinador até esta quinta-feira - último dia de trabalho de Jorge Sampaoli -, o Atlético será comandado por um trio de profissionais da comissão técnica permanente. Os auxiliares Lucas Gonçalves e Éder Aleixo, além do preparador físico Ricardo Seguins, ficarão encarregados dos treinos e jogos.

“A princípio, essa turma que vai dar seguimento, porque eles são, diferentemente do que muitos dizem, apoiadores, acompanham os treinamentos, participam dos treinamentos. Então, a ideia é que se modifique o mínimo possível nesse sentido enquanto ainda não tivermos um novo comandante”, justificou o diretor de futebol Rodrigo Caetano.

De saída para o Olympique de Marseille, da França, a comissão técnica de Sampaoli dirige o Atlético contra o Palmeiras nesta quinta-feira, no Mineirão. O jogo, marcado para 21h30, vale pela 38ª - e última - rodada do Campeonato Brasileiro de 2020.

O treinador argentino não ficará à beira do gramado, já que foi expulso na vitória por 3 a 2 sobre o Sport, no último domingo, e terá de cumprir suspensão. O auxiliar Jorge Desio vai representá-lo no banco de reservas.

Na sexta-feira, já sem Sampaoli, os jogadores treinam a partir das 10h, na Cidade do Galo. É possível que o novo técnico ainda não tenha sido contratado. O próprio Rodrigo Caetano disse que não vai apressar a busca pelo substituto do argentino.

“Nós vamos ter a calma, sem ser lentos, dentro de uma rapidez, sem ser de forma apressada, para a escolha do novo comandante”, pontuou o dirigente.

Essa espera pelo novo treinador pode ser estendida até março. Apontado como uma dos favoritos da diretoria atleticana, Renato Gaúcho tem contrato com o Grêmio até o próximo dia 7, data da partida de volta da final da Copa do Brasil contra o Palmeiras.

Segundo Rodrigo Caetano, o Atlético ainda não negocia com o treinador. A princípio, porém, o clube mineiro não vê como impedimento a permanência de Renato no Grêmio até a decisão do torneio mata-mata.

Planejamento

Com ou sem um novo treinador definido, a diretoria do Atlético terá uma reunião com jogadores na sexta-feira, dia seguinte ao último jogo do Brasileiro - e consequente término da temporada 2020. O clube dará um período de descanso aos atletas mais desgastados.

“Alguns dos atletas que tiveram mais minutagem no decorrer de 2020 receberão alguns dias de recesso. Vamos debater ainda a definição em relação a esse período. Outros iniciam juntamente com a equipe de transição, fazendo uma união, para iniciar o campeonato estadual. Depois, lá na frente, nós vamos avaliar se daremos ou não um descanso para aqueles que iniciarem agora”, disse Rodrigo Caetano.

O Atlético inicia a disputa do Campeonato Mineiro de 2021 já neste domingo, apenas três dias depois da conclusão da temporada 2020. Atual campeã, a equipe alvinegra recebe a URT, no Mineirão, a partir das 18h15.

A ideia do clube é descansar os jogadores mais utilizados para tê-los na melhor forma física possível na segunda quinzena de abril, quando começa a fase de grupos da Copa Libertadores.

*A versão anterior desta reportagem afirmava que Lucas Gonçalves 'chefiaria' o trio da comissão técnica permanente. Porém, não haverá essa hierarquia. O texto foi corrigido às 15h17

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade