Publicidade

Estado de Minas SÉRIE B

Cruzeiro encerra participação na Série B em duelo contra rebaixado Paraná

Partida em Curitiba pouco influenciará na classificação do campeonato


29/01/2021 08:31 - atualizado 29/01/2021 08:34

Giovanni será o responsável por armar as jogadas no meio-campo(foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
Giovanni será o responsável por armar as jogadas no meio-campo (foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
Em meio à frustração de nem sequer ter chegado perto da briga pelo acesso, o Cruzeiro encerra a sua participação na Série B 2020 diante do já rebaixado Paraná, às 21h30 desta sexta-feira, na Vila Capanema, em Curitiba. Se antes da competição os torcedores tinham a expectativa de ver o clube garantido no G4 antes mesmo da 38ª rodada, agora terão de se contentar na melhor das hipóteses com um 10º lugar, abaixo de equipes com potencial de investimento bastante reduzido, casos de Operário e Sampaio Corrêa.

Como se não bastasse a pouca importância da partida em termos de classificação, o Cruzeiro terá um time bastante desfalcado. O goleiro Fábio, o zagueiro Ramon e o atacante Airton vão cumprir suspensão. Cacá, com possibilidade de se transferir para o futebol japonês, foi liberado pela comissão técnica. Já Manoel e Filipe Machado lesionaram a coxa direita e só voltarão a treinar em duas semanas. O detalhe é que o volante pertence ao Grêmio e tem contrato de empréstimo com a Raposa somente até domingo (31). Também por ordem médica, o lateral-esquerdo Patrick Brey e o atacante Marcelo Moreno estão fora.

Diante de tantos problemas, o auxiliar Célio Lúcio, encarregado de conduzir a equipe à beira de campo, precisou recorrer ao improviso. Na zaga, recuou o volante Adriano, de 1,87m, para formar dupla com Paulo. Já a lacuna no meio-campo será preenchida pelo lateral-direito Rafael Luiz. Lucas França será o goleiro, enquanto Welinton atuará no ataque ao lado de Rafael Sobis e William Pottker. Ex-zagueiro com 260 partidas pelo clube na década de 1990, o treinador interino adota o discurso de brigar pela vitória no Sul do país para representar “10 milhões de torcedores”.

“Não pode ser diferente. Nós representamos 10 milhões de torcedores. Estou no Cruzeiro desde os 13 anos, e aqui é (buscar a) vitória todo jogo. Muitas vezes a gente quer transferir uma responsabilidade, ‘está faltando isso, está faltando aquilo’, mas a gente não tem que transferir isso. Temos que saber que estamos em um clube com história sensacional, continuará sendo grande e vai obter grandes resultados pela frente”, disse.

“A gente vai ao Paraná, com todas as dificuldades, mas vamos em busca de honrar a camisa do Cruzeiro e de conseguir as vitórias. É isso que o torcedor quer. O jogo não tem valor nenhum em termos de tabela, mas no meu íntimo e no íntimo de quem trabalha aqui, tem que ser de ir lá para buscar um grande resultado. Essa é a minha perspectiva, de fazer um grande jogo, uma boa apresentação e dar chances àqueles que não estão jogando também”, complementou.

Enquanto o time se despede da competição em Curitiba, a diretoria apressa o planejamento para 2021. Além de buscar um técnico para substituir Luiz Felipe Scolari, que optou por deixar o clube, o presidente Sérgio Santos Rodrigues vai decidir sobre vendas de jogadores e busca por reforços. Quem permanecer na Toca ganhará 15 dias de férias e voltará a treinar em meados de fevereiro, mês em que começa o Campeonato Mineiro.

O adversário

Adversário do Cruzeiro, o Paraná era candidato ao acesso até a 12ª rodada, quando somava 22 pontos (61,1%) e ocupava a terceira posição. No fechamento do turno, estava na intermediária, em oitavo, com 28. No returno, o aproveitamento foi desastroso: apenas oito pontos em 18 jogos (14,81%), com 12 gols marcados e 31 sofridos. Em 2021, o clube disputará a Série C pela segunda vez na história (a primeira foi em 1990, no ano seguinte à fundação).

PARANÁ X CRUZEIRO

PARANÁ
Renan; Kaio, Rafael Lima, Hurtado e Juninho; Karl, Meritão (Kazu) e Renan Bressan; Paulo Henrique, Bruno Lopes e Thiago Alves
Técnico: Márcio Coelho

CRUZEIRO
Lucas França; Raúl Cáceres, Adriano, Paulo e Matheus Pereira; Jadson, Rafael Luiz e Giovanni; Welinton, William Pottker e Rafael Sobis
Técnico: Célio Lúcio

Motivo: 38ª rodada da Série B
Estádio: Durival Britto (Vila Capanema), em Curitiba
Data: sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

Horário: 21h30
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins e Lúcio Beiersdorf Flor (RS)

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade