Publicidade

Estado de Minas SÉRIE B

William Pottker volta a treinar e pode ser titular contra o CSA nesta terça

Atacante do Cruzeiro fez apenas cinco jogos com a camisa celeste e marcou um gol, mas estava afastado, recuperando de lesão muscular na coxa


14/12/2020 13:02 - atualizado 14/12/2020 13:18

O atacante Willian Pottker voltou aos treinos ontem, recuperado de uma lesão na coxa esquerda (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
O atacante Willian Pottker voltou aos treinos ontem, recuperado de uma lesão na coxa esquerda (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)

Precisando de vitórias para seguir sonhando em voltar à Série A do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro terá importantes reforços ofensivos para a sequência da temporada. O próximo compromisso será contra o CSA, nesta terça, às 21h30, no Mineirão, pela 29ª rodada da Série B. Recuperado de lesão muscular na coxa esquerda, sofrida contra o América, em 2 de dezembro, o atacante William Pottker voltou aos treinos com os companheiros ontem pela manhã, quando o grupo se reapresentou depois do triunfo sobre o Vitória, em Salvador.

O jogador tem apenas cinco jogos com a camisa celeste, mas nelas mostrou muita vontade e também qualidade para ajudar a equipe. Ele marcou um gol, no empate por 3 a 3 com o Guarani, no Gigante da Pampulha, e também contribuiu com uma assistência. Com a volta dele, o técnico Luiz Felipe Scolari tem boas opções para montar o time celeste do meio para frente, podendo manter o esquema sem centroavante, como vem fazendo. Ou optar por escalar um homem de área, como Marcelo Moreno, recuando Rafael Sóbis e tirando um dos volantes, pois não terá Adriano, suspenso.
 
 
Outro “reforço” já estava à disposição, o armador Giovanni. O jogador, contratado em setembro, só estreou entrando no segundo tempo no Barradão, na sexta-feira, até por o Cruzeiro estar impedido pela Fifa de inscrever jogadores em função de dívidas, e mereceu elogios do treinador.

“Ganhei mais um jogador. Giovanni, quando entrou, me mostrou que já está em condições, que tem qualidade e capacidade. Então posso colocá-lo à medida que tenhamos outros jogos e ele pode até vir a ser um jogador importante para nós nessa reta final”, disse Felipão, ainda na capital baiana.

O atleta, obviamente, ficou muito satisfeito com as palavras, ainda que saiba que há muito o que fazer com a camisa celeste. “É gratificante você receber um elogio de um treinador que ganhou tudo no futebol. É uma honra ser treinado por ele aqui no Cruzeiro. Estou feliz, motivado. Isso faz com que eu busque melhorar a cada dia e ajudar o Cruzeiro a chegar longe na competição”, afirmou o jogador, que comemorou a estreia depois de três meses de contratado, ainda mais com vitória.

A demora na estreia também teve a ver com a questão física, pois o treinador revelou que, quando chegou, Giovanni estava fora de forma. Agora, porém, garante estar no peso ideal e pronto para contribuir ainda mais. “Estou feliz, motivado e à espera de novas oportunidades.”

Luto

Nesse domingo, o Cruzeiro decretou luto oficial por três dias pela morte de Biagio Teodoro Peluso, de 71 anos. Ele era 2º vice-presidente do clube e faleceu em decorrência de complicações da COVID-19. 
 
O Coelho joga na quinta-feira contra o Figueirense, em Santa Catarina, e depois enfrenta a Chapecoense, líder da Série B.

Com 53 pontos, o América está muito próximo de garantir o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro. A ordem agora é manter a concentração, vencendo os dois próximos jogos, contra Figueirense, fora, e Chapecoense, em casa. Com mais seis pontos, o Coelho estará praticamente garantido na Primeira Divisão na próxima temporada, pois precisará de três ou quatro pontos nas últimas oito rodadas da Série B.

A promessa é de não haver relaxamento. “Todos os jogos são importantes, pois estamos muito perto de atingir nosso principal objetivo. A gente quer estar o mais próximo possível da Série A quando for enfrentar o Palmeiras (pelas semifinais da Copa do Brasil, dias 23 e 30 de dezembro). Se conseguirmos os 59 pontos até lá, será ótimo”, afirma o lateral-esquerdo João Paulo, em entrevista à rádio Itatiaia.
 
 
O lateral-esquerdo João Paulo disse que o time está muito focado nos próximos jogos, para chegar tranquilo às semifinais da Copa do Brasil(foto: joão Zebral/América/Divulgação )
O lateral-esquerdo João Paulo disse que o time está muito focado nos próximos jogos, para chegar tranquilo às semifinais da Copa do Brasil (foto: joão Zebral/América/Divulgação )
 
Para o jogo contra o Figueira, quinta-feira, às 19h15, no Orlando Scarpelli, o técnico Lisca não poderá contar com o volante Flávio, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo. Ele já não teria o também volante Zé Ricardo, contundido, e o volante Juninho e o armador Alê, isolados em função da COVID-19.

Por outro lado, os armadores Marcelo Toscano e Geovane estarão à disposição depois de cumprirem suspensão na vitória por 1 a 0 sobre o Paraná. E outros também poderão estar de volta, segundo o treinador. “O Lohan já se apresentou e vai treinar”, diz ele, sobre o atacante, recuperado da infecção pelo novo coronavírus.
 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade