Publicidade

Estado de Minas SÉRIE B

América briga para segurar vice-liderança

O jogo será às 21h30 deste sábado, na capital do Mato Grosso


14/11/2020 13:08 - atualizado 14/11/2020 13:12

O lateral-direito Diego Ferreira recomenda atenção redobrada do América contra o Cuiabá: 'Equipe deles é muito cascuda'(foto: ESTÊVÃO GERMANO/AMÉRICA - 5/3/20)
O lateral-direito Diego Ferreira recomenda atenção redobrada do América contra o Cuiabá: 'Equipe deles é muito cascuda' (foto: ESTÊVÃO GERMANO/AMÉRICA - 5/3/20)


Embalado pela vitória por 1 a 0 sobre o Internacional, em Porto Alegre, pela Copa do Brasil, o América tenta voltar a triunfar na Série B do Campeonato Brasileiro depois de duas partidas. O confronto com o Cuiabá vale a vice-liderança da Segundona. O jogo será às 21h30 deste sábado, na capital do Mato Grosso.
 
 
As duas equipes – em segundo e terceiro lugares – têm 36 pontos, com o Coelho à frente por apresentar dois gols a mais de saldo. Assim, o duelo se torna decisivo para ambos, que têm o acesso como prioridade. Únicos de fora da Série A ainda no mata-mata, os times não se desligam da Copa do Brasil.

A situação dos rivais, porém, é bem diferente. Enquanto o Coelho fez bom placar e jogará pelo empate em casa para avançar às semifinais, na quarta-feira, o representante mato-grossense precisará de verdadeira façanha em Porto Alegre após perder por 2 a 1 para o Grêmio.

Além disso, o Dourado está sem técnico depois que Marcelo Chamusca aceitou proposta do Fortaleza para substituir Rogério Ceni. Já Lisca segue não só firme, mas em alta no rastro dos bons resultados contra Corinthians e Internacional, além da boa campanha na Série B.

“Ficamos felizes, mas a comemoração foi pelo ralo ainda no Beira-Rio. Nosso foco agora é o Cuiabá”, afirmou Lisca, que tem o desafio de escolher jogadores para hoje sem correr risco de perdê-los para a decisão diante do Colorado no Independência.

No caso dos atletas, a garantia é pensar só partida de hoje. “É um jogo de seis pontos, pois o Cuiabá é um concorrente direto a uma das vagas que está sobrando (na Série A), pois uma é da Chapecoense, que está abrindo vantagem. Então, o foco muda da Copa do Brasil para o Brasileiro, nosso objetivo principal. Queremos subir para a Série A. Então, é encarar com atenção redobrada”, declarou o lateral-direito Diego Ferreira.

O fato de o adversário ser comandado por um treinador interino, o auxiliar Franco Müller, não chega a animar o defensor. “Como eles estavam em uma crescente, foi um baque a saída do treinador. Mas há quem se anime, principalmente aqueles que não estavam jogando. Mas isso não deve interferir muito dentro de campo, até porque o plantel deles é muito cascudo.”

NEGATIVAS 

No caso do Cuiabá, a diretoria vem tendo dificuldades para contratar um substituto para Chamusca. Felipe Conceição, ex-América, preferiu seguir no Guarani. Já Ney Franco, ex-Cruzeiro, e Thiago Larghi, ex-Atlético, teriam recusado o convite para assumir o Dourado.

FICHA TÉCNICA
Cuiabá x América
Cuiabá: João Carlos; Hayner, Ednei, Anderson Conceição e Romário (Lucas Hernández); Nene Bonilha, Matheus Barbosa e Elvis; Élton, Maxwell e Felipe Ferreira
Técnico: Franco Müller (interino)
América: Matheus Cavichiolli; Diego Ferreira, Messias, Anderson Jesus e João Paulo (Sávio); Zé Ricardo, Juninho, Ademir, Alé e Felipe Azevedo; Rodolfo (Vitão)
Técnico: Lisca
21ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Estádio: Arena Pantanal
Horário: 21h30
Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Júnior (AM)
Assistentes: Cipriano da Silva Sousa e Natal da Silva Ramos Júnior (TO)
TV: SporTV e pay-per-view


*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade