Publicidade

Estado de Minas AMÉRICA

Lisca elogia Toscano e Berola e comemora vitória sobre o Corinthians

Coelho venceu o Timão em São Paulo, por 1 a 0, nessa quarta-feira


29/10/2020 15:50

Lisca elogiou a atuação do América em São Paulo (foto: (Foto: Marcello Zambrana/AGIF/CBF))
Lisca elogiou a atuação do América em São Paulo (foto: (Foto: Marcello Zambrana/AGIF/CBF))
Lisca comemorou a vitória do América sobre o Corinthians, por 1 a 0, nessa quarta-feira, na Neo Química Arena, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O técnico elogiou as entradas de Neto Berola e Marcelo Toscano, que participaram da jogada do gol da vitória. Apesar disso, o comandante americano pregou cautela e disse que o confronto ainda está "totalmente aberto". 
 
 
"Quero cumprimentar a todos os torcedores do América, 108 anos de história do clube, muitos jogos aqui em São Paulo contra o Corinthians, e a gente ainda não havia conseguido ganhar. Cumprimentar o grupo, a diretoria, a comissão técnica. É uma vitória importante. Mas é o primeiro tempo da partida. Copa do Brasil é um regulamento diferente. São dois tempos de 90 minutos. E a gente conseguiu uma pequena vantagem na primeira parte", disse o treinador, que fez questão de exaltar os atletas que participaram do lance do gol.

"Muito qualificado o passe do Neto Berola, a conclusão do Marcelo Toscano, dois jogadores bem experientes que estão nos ajudando muito. A gente trouxe novamente o Neto, conversamos com ele, sabemos da importância do Neto para a gente, a experiência, o poder de decisão, como foi hoje, como foi no jogo contra a Ponte Preta que, juntamente com o Vitão, fez a jogada para o gol no último minuto. E o Marcelo também é jogador muito motivado, está trabalhando muito forte. Quero parabenizar os dois, que entraram com pouco tempo de jogo. Além de fazer o gol, quase fizeram outro de cabeça", disse Lisca. 

Toscano e Berola protagonizaram a jogada do gol aos 44 minutos da etapa final. Após erro no tiro de meta cobrado por Cássio, Juninho ajeitou de cabeça, e Neto Berola teve espaço para encontrar Marcelo Toscano livre na área. De carrinho, ele garantiu o triunfo americano.

Apesar da vantagem, Lisca foi cauteloso. "Resposta importante do grupo, mas é manter os pés no chão, ter muita tranquilidade, valorizar o adversário, que tem poder de investimento, estádio lindo que nós estamos, sentimos um pouco também a ótima qualidade do gramado, é uma grama diferente, mistura de artificial com normal, campo rápido, baixo, foi muito molhado, sentimos o pouco tempo de domínio, o quique da bola acelerava muito, escorregamos algumas vezes, teve uma escorregada do Anderson que quase foi fatal em uma bola recuada, sentimos um pouco o ritmo alucinante dos jogos. Hoje, foi a nossa sexta vitória seguida, 10 jogos sem perder. Isso exige muitos dos jogadores, da parte física, muscular, da parte respiratória, porque o Corinthians não jogou no fim de semana, teve a semana toda para se preparar. Isso fez diferença para eles no primeiro tempo. Tentamos pressionar, subir a linha, que é o nosso padrão, não conseguimos tecnicamente fazer um jogo do nosso nível". 

O treinador elogiou o segundo tempo americano. "Mas conseguimos, com muita dedicação e entrega, melhorar no segundo tempo, baixamos as linhas, demos muito a bola para o Corinthians, não tomamos a bola entre linhas que estava acontecendo no primeiro tempo com combinações Cazares, Ramiro e Fagner. A gente conseguiu neutralizar isso com algumas estratégias que não vou poder falar muito, porque falta um jogo. Confronto totalmente aberto", frisou Lisca.
 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade