UAI
Publicidade

Estado de Minas PERDA

Políticos confortam Caiado após morte do filho; 'força e fé', diz Bolsonaro

Filho de 40 anos do governador goiano morreu neste domingo (3); ele recebeu a notícia enquanto participava de celebração religiosa


03/07/2022 16:49 - atualizado 03/07/2022 17:57

Ronaldo Caiado e Jair Bolsonaro
O governador de Goiás (em primeiro) plano recebeu apoio de Bolsonaro (ao fundo) após morte do Filho (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O presidente Jair Bolsonaro (PL) se manifestou neste domingo (03/07) após a morte do filho do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (União Brasil). Em nota de pesar divulgada pela Secretaria Especial de Comunicação Social do Palácio do Planalto, o chefe do Executivo desejou "força e fé" à família.

"O Governo Federal, por meio da Presidência da República, presta suas condolências ao Governador de Goiás e a toda a sua família pelo falecimento de seu ente querido, Ronaldo Caiado Filho. O Presidente da República roga a Deus que receba Caiado Filho em Seus braços e console o Governador e toda a sua família, dando-lhes força e fé para superar esse difícil momento de suas vidas!", escreveu.

Ronaldo Ramos Caiado Filho, de 40 anos, morreu na manhã deste domingo (3) em Nova Crixás, em Goiás. Ainda não foi divulgada a causa da morte. Ronaldo é fruto da união do governador com Thelma Gomes, sua ex-esposa.

O governador foi avisado da notícia durante participação em uma missa de celebração da Festa do Divino Pai Eterno, em Trindade (GO), onde esteva acompanhado da primeira-dama, Gracinha Caiado. Ambos saíram às pressas, antes do fim da celebração.

Políticos se solidarizam


Outras autoridades e políticos também lamentaram a partida precoce do filho do governador. Ciro Gomes (PDT) prestou solidariedade por meio das redes sociais.

"Minha solidariedade ao meu amigo governador Ronaldo Caiado pela perda de seu amado filho. Que Deus possa confortar seu coração e de toda sua família neste momento de dor".

O ex-governador de São Paulo, João Doria (PSDB) escreveu que "não há perda mais devastadora do que um filho partir antes de seus pais".

O ex- ministro da Infraestrutura e pré-candidato ao governo de São Paulo, Tarcisio de Freitas também se manifestou. "Acabo de receber com muita tristeza a notícia do falecimento de Ronaldo Caiado Filho, que nos deixa cedo demais. Meus mais sinceros sentimentos a Ronaldo Caiado e a todos os familiares e amigos. Que Deus os ampare nesse momento tão difícil".

A ex-ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos,Damares Alves, apontou que "a perda de um filho é algo que nenhum pai ou mãe deveria experimentar". "Como mãe, meu coração está em luto pela perda do filho do meu querido amigo, Ronaldo Caiado, Governador de Goiás. Como pastora, oro para que Deus possa sustentar toda família neste momento de dor. Luto", continuou. 

O ex-ministro de Ciência, Tecnologia e Inovações e pré-candidato a deputado federal por São Paulo, Marcos Pontes, também desejou força à toda a família. "Perder um filho é a maior dor para um pai. Não é natural ver seu filho partir. Mas Deus também quer os melhores ao seu lado. Governador Ronaldo Caiado, família e amigos, muita força nesse momento tão difícil. Uma nova missão espera por seu filho amado. Força e fé!".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade