UAI
Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES 2022

Bolsonaro sobre Lula ser eleito: 'Clube de tiro vai virar biblioteca'

Presidente se referiu ao ex-presidente como 'nove dedos' e disse que ele pretende acabar com armamento no Brasil


01/07/2022 15:21 - atualizado 01/07/2022 18:24

Presidente Jair Bolsonaro fala ao microfone no Palácio do Planalto
O armamento de civis é a grande pauta da campanha do presidente Jair Bolsonaro (foto: Anderson Riedel/PR)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou na live dessa quinta-feira (30/6) que os clubes de tiro vão virar “bibliotecas” caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) seja eleito em 2022.

No momento, Bolsonaro comemorava o aumento de 70%, segundo ele, do número de lojas de armas desde que ele assumiu o governo. Ao falar sobre Lula, o presidente chamou o petista de “nove dedos”.


No momento, Bolsonaro comemorava o aumento de 70%, segundo ele, do número de lojas de armas desde que ele assumiu o governo. Ao falar sobre Lula, o presidente chamou o petista de "nove dedos".

Leia mais: https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2022/07/01/interna_politica,1377376/bolsonaro-sobre-lula-ser-eleito-clube-de-tiro-vai-virar-biblioteca.shtml

"Não se esqueçam que o outro cara, o de nove dedos, falou que vai acabar com a questão do armamento no Brasil, tá? Vai recolher as armas, clube de tiro vai virar... vai virar biblioteca. Como se ele fosse algum exemplo para isso", afirmou.

Acesse: https://em.com.br / https://uai.com.br

SE INSCREVA EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE!

Siga o Portal UAI nas redes sociais:
Instagram - https://instagram.com/estadodeminas/
Twitter - https://twitter.com/em_com" />


“Não se esqueçam que o outro cara, o de nove dedos, falou que vai acabar com a questão do armamento no Brasil, tá? Vai recolher as armas, clube de tiro vai virar... vai virar biblioteca. Como se ele fosse algum exemplo para isso”, afirmou.

Bolsonaro e Lula têm campanhas opostas


Capitão do Exército, Bolsonaro é a favor da liberação das armas e faz campanha para que civis tenham acesso maior os instrumentos.

Por sua vez, Lula é contra a flexibilização. Enquanto presidente, em 2004, ele assinou o Estatuto do Desarmamento, que estabeleceu regras mais rígidas para o porte e teve como objetivo reduzir a circulação de armas no Brasil.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade