UAI
Publicidade

Estado de Minas CÚPULA DO BRICS

Bolsonaro defende reforma no Conselho de Segurança da ONU

Em reunião dos Brics, nesta quinta-feira (23/6), presidente Bolsonaro também diz que Brasil aprofundará integração econômica com bloco


23/06/2022 11:13 - atualizado 23/06/2022 11:49

Presidente Jair bolsonaro no brics
Presidente Bolsonaro na abertura da 14ª Cúpula dos Brics (foto: Reprodução/YouTube)
Em seu discurso na abertura da 14ª Cúpula dos Brics, que reúne também Rússia, Índia, China e África do Sul, nesta quinta-feira (23/6), o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou a necessidade de uma reforma em organizações internacionais, em especial no Conselho de Segurança das Nações Unidas. Segundo ele, o Brasil aprofundará uma integração econômica com o bloco.


 
"Devemos somar esforços em busca da reforma das organizações internacionais, como o Banco Mundial, o FMI (Fundo Monetário Internacional) e o Sistema das Nações Unidas, em especial o seu Conselho de Segurança. O peso crescente das economias emergentes e em desenvolvimento deve ter a devida e merecida representação", afirmou em pronunciamento na reunião virtual.


Apesar de sempre fazer críticas diretas à China e ao regime político instalado no país, o presidente enviou um recado especial de agradecimento ao presidente chinês Xi Jinping, que liderou a cúpula virtual. "Ao agradecer a presidência chinesa pela organização deste encontro, saúdo o presidente Xi Jinping e o povo chinês, que tão bem me receberam durante minha visita à China em 2019", comentou Bolsonaro.
 
 
"Naquela ocasião, pudemos avançar na parceria estratégica entre Brasil e China, com benefícios concretos para os nossos povos, como demonstrado pela nossa cooperação durante a pandemia da covid-19", completou.
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade