UAI
Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES 2022

Por que Bolsonaro não vai participar de debates

Presidente, candidato à reeleição, se espelha em ocupantes do Palácio do Planalto que usaram a mesma estratégia para conseguir segundo mandato


01/06/2022 08:47 - atualizado 01/06/2022 09:06

Bolsonaro no aeroporto da Pampulha, em BH
(foto: DOUGLAS MAGNO / AFP)


"Os estrategistas do presidente Jair Bolsonaro (PL) pesaram os prós e contras e consideraram que a ausência do presidente nos debates do primeiro turno não causará grandes estragos", informa Denise Rothenburg, do Correio Braziliense

"Até porque o adversário que mais bem pontua hoje nas pesquisas de opinião, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, fez a mesma coisa em 2006, quando concorreu à reeleição", afirma o Blog da Denise.

- Kertzman: Para não passar vergonha, Bolsonaro fugirá de debates. Lula é o próximo

"Logo, avaliam os bolsonaristas, o petista não poderá chamar de “ato antidemocrático”. Afinal, agiu assim lá atrás e, agora, quer um número reduzido desses encontros entre os candidatos", conclui a jornalista. 

E prossegue: "Fernando Henrique Cardoso também não foi a debates em 1998, alegando que estava muito ocupado cuidando da crise econômica que assolava o país. Ambos se reelegeram. FHC, em primeiro turno, numa eleição sem debates.

Quem está no poder ou lidera as pesquisas sabe que será atacado e, por isso, prefere se ausentar. Pior para o eleitor. 

Agora, sem Bolsonaro e com Lula escolhendo os debates de que participará, será a chance dos outros candidatos se apresentarem ao eleitor e tentar quebrar a polarização. Uma dessas janelas foi a sabatina de ontem, do Correio."
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade