UAI
Publicidade

Estado de Minas TRABALHISMO

Centenário: Lula e Ciro 'se unem' para homenagens a Leonel Brizola

Líder trabalhista apoiou os dois para presidente em diferentes momentos; neste ano, eles estarão frente a frente na disputa eleitoral


22/01/2022 19:16 - atualizado 22/01/2022 19:45

Leonel Brizola em visita a Minas Gerais em 2002
Brizola governou o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul (foto: Marcelo Sant'Anna/Estado de Minas)
Políticos de diferentes partidos foram às redes sociais neste sábado (22/1) enaltecer Leonel Brizola, fundador do PDT e ex-governador do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul. Se vivo estivesse, Brizola, que morreu em 2004, faria 100 anos hoje.

Os presidenciáveis Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Ciro Gomes (PDT) foram dois dos que relembraram fatos da carreira política do "velho caudilho". Eles tiveram, em momentos distintos de sua trajetória, o apoio de Brizola em corridas ao Palácio do Planalto.

"Brizola fez muito pela democracia e educação dos brasileiros. E hoje faz falta ao Brasil. Mas pessoas como ele não morrem. Suas ideias seguem vivas nos nossos corações e mentes", escreveu Lula, que em 1998 teve Brizola como candidato a vice em sua chapa.



Quatro anos depois, Brizola resolveu apoiar Ciro, então filiado ao PPS. Eles articularam para formar a chamada "Frente Trabalhista".

"Todas as homenagens a esse grande cidadão são poucas. Brizola representa coragem e amor ao mais pobre, o compromisso com a democracia e, acima de tudo, a obstinada convicção de que só a educação vai libertar o povo brasileiro. Ele sempre foi um rebelde e sempre teve a esperança como companheira inseparável", disse o ex-ministro, citando o slogan de sua pré-candidatura ao Planalto, oficializada ontem.


Freixo e Paes lembram Educação

O antropólogo Darcy Ribeiro foi o grande parceiro de Brizola na vida pública. Juntos, eles pensaram nos Centros Integrados de Educação Pública (CIEPs), com ensino em dois turnos. A iniciativa foi citada pelo deputado federal Marcelo Freixo (PSB-RJ).

"Sou professor e conheço bem o poder transformador da Educação. Por isso quero resgatar o papel dos CIEPs para que nossos jovens tenham escolas de qualidade. Reafirmar o papel da educação no desenvolvimento do Rio de Janeiro é a melhor forma de celebrar o legado de Brizola", falou ele, cotado para disputar o governo do Rio em um aliança de partidos do centro à esquerda.



Eduardo Paes (PSD), prefeito do Rio de Janeiro (RJ), adotou tom semelhante. "Democrata, defensor da legalidade, sempre em defesa dos mais pobres e revolucionário pela educação. Salve, Brizola!".



Pedetistas de Minas Gerais também renderam homenagens ao líder trabalhista. Um deles foi Bruno Miranda, vereador de Belo Horizonte. "Foi uma honra caminhar junto com o maior líder político que este país já conheceu".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade