UAI
Publicidade

Estado de Minas PEDIDOS

Reitor da PUC-MG, bispo pede 'mudança urgente do presidente e sua corja'

Religioso publica carta em rede social agradecendo a oração das pessoas pelo seu aniversário e faz pedidos para 2022, inclusive a mudança do governo


12/01/2022 17:09 - atualizado 12/01/2022 18:11

Dom Mol
Dom Joaquim Mol é crítico assíduo do governo Bolsonaro (foto: Marcos Figueiredo/PUC Minas)

O bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte e reitor da PUC Minas Dom Joaquim Mol Guimarães voltou a fazer críticas ao presidente Jair Bolsonaro em suas redes sociais. Ele fez uma postagem no qual agradece as felicitações pelo seu aniversário, comemorado no dia 6, e faz uma seleção de tarefas a serem cumpridas em 2022, sendo umas delas a mudança do presidente.

“Temos muitas tarefas a cumprir neste ano, desde os pequenos gestos de amor; as pequenas atitudes de delicadeza; os rastros do afeto em nosso jeito de ser; as preces constantes dirigidas ao Senhor; até a mudança urgente e definitiva do presidente e sua corja e daquela gente afeiçoada ao desamor, das casas legislativas”, publicou o bispo, em longo texto dirigido aos fieis da Igreja Católica.
 
Na postagem, Joaquim Mol pede também o “fortalecimento dos movimentos sociais progressistas” e a defesa severa do planeta, através da ecologia integral.

Não é a primeira vez que o bispo faz críticas a Bolsonaro. Em março do ano passado, ele assinou manifesto “Vida Acima de Tudo”, que criticava a atuação do presidente na pandemia de COVID-19.
 
A carta aberta diz que os brasileiros estão sendo “feitos reféns” do “genocida Jair Bolsonaro”. 

O documento, assinado por outras figuras públicas, clama por atenção das instituições nacionais e internacionais, como Supremo Tribunal Federal (STF), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Congresso Nacional, CNBB e o Tribunal Penal Internacional em Haia, diante da grave situação da pandemia no Brasil. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade