UAI
Publicidade

Estado de Minas Eleições 2022

Cabo Daciolo renuncia à candidatura e diz apoiar presidenciável Ciro Gomes

O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (16/12), quando o candidato disse também que poderá disputar outro cargo na eleição do ano que vem


16/12/2021 13:09 - atualizado 16/12/2021 14:20

Cabo Daciolo
Cabo Daciolo detacou que esteve reunido com Ciro Gomes ontem, sem entrar em detalhes sobre o encontro (foto: Nelson Almeida/AFP)

Menos de dois meses após anunciar sua pré-candidatura à Presidência da República, afirmando que não seria a chamada terceira via - "Mermão (sic), sou a primeira via" -, o cabo Daciolo (Brasil 35, ex- Partido da Mulher Brasileira) usou as redes sociais para comunicar, nesta quinta-feira (16/12), que desistiu da disputa eleitoral marcada para o ano que vem.

Daciolo aproveitou o episódio envolvendo o presidenciável Ciro Gomes (PDT/CE) e o irmão, senador Cid Gomes (PDT/CE), alvos de mandados de busca e apreensão da Justiça, executado pela Polícia Federal na manhã dessa quarta-feira (15/12), para justificar a decisão.

 

Criador

 

"Não sei porque estou fazendo isso, mas o Criador mandou", disse o militar reformado, que chegou a embargar a voz para dizer ainda que não sabe se disputará outro cargo no ano que vem. Ele também detacou que esteve reunido com Ciro Gomes ontem, sem entrar em detalhes sobre o encontro.

 

Daciolo disputou a eleição de 2018 como um dos mais pitorescos candidatos da eleição daquele ano, com um bordão recorrente:

"Glória  a Deus".

Daciolo terminou a disputa eleitoral em quinto lugar , no primeiro turno, que contou ainda com um segundo turno, entre Fernando Haddad (PT) e o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), que há quatro anos venceu o pleito filiado ao PSL.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade