UAI
Publicidade

Estado de Minas CPI DA COVID

CPI da COVID aprova nova convocação de Marcelo Queiroga para depor

Ministro da Súde irá pela terceiro vez depor na CPI DA COVID


07/10/2021 11:40 - atualizado 07/10/2021 12:49

Ministro da Saúde Marcelo Queiroga
Marcelo Queiroga teve novamente seu depoimento aprovado na CPI da COVID (foto: Twitter/Marcelo Queiroga/Reproduca)
A CPI da COVID aprovou, nesta quinta-feira (7/10), a convocação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para um novo depoimento à Comissão. A sugestão para a nova oitiva do cardiologista foi feita pelo vice-presidente do colegiado, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). O relator, senador Renan Calheiros (MDB-AL), além de defender a reconvocação, disse que o ministro "já produziu todos os motivos, provas e indícios para ser exemplarmente indiciado".

Um novo depoimento de Queiroga havia sido descartado pela CPI. A reviravolta ocorreu depois de o Ministério da Saúde não ter dado resposta a um requerimento de informações encaminhado pela comissão. Após a sugestão de Randolfe Rodrigues, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) apresentou requerimento pela convocação do titular da Saúde, que foi aprovado pela maioria do colegiado.

Segundo Randolfe Rodrigues, uma das perguntas não respondidas por Queiroga trata da suspensão da vacinação de crianças e adolescentes. "A única coisa que foi respondida, com um gesto, foi a designação para alguém ocupar o Programa Nacional de Imunizações (PNI), mas as outras não foram", disse o vice-presidente da comissão, durante coletiva de imprensa. Ele negou que um eventual novo depoimento do titular da Saúde leve ao adiamento da apresentação do relatório final da CPI, previsto para o dia 19.

Rodrigues disse também que Queiroga terá que explicar por que foi suspensa a reunião que a Comissão Nacional de Incorporação de Novas Tecnologias no SUS (Conitec) teria nesta quinta-feira. No encontro, o colegiado iria apresentar um parecer contrário ao uso da hidroxicloroquina no tratamento da COVID -19. Durante a sessão da CPI, o senador lei o parecer.

"A Conitec deveria se reunir hoje, para dar um parecer sobre o uso da hidroxicloroquina. A Conitec não se reuniu. Por que não se reuniu? Quem interveio na decisão da Conitec para que essa reunião não acontecesse? De onde saiu isso? Qual a interferência externa que está tendo na condução do Ministério da Saúde? Essas perguntas precisam de respostas", disse o vice-presidente da CPI.

O parlamentar afirmou ainda considerar que "tem interferência do ministro Queiroga na reunião da Conitec, e isso fere a autonomia da Conitec, e, inclusive, (pode ser) que isso não seja um desejo do ministro Queiroga, seja uma intervenção exter

O que é uma CPI?

As comissões parlamentares de inquérito (CPIs) são instrumentos usados por integrantes do Poder Legislativo (vereadores, deputados estaduais, deputados federais e senadores) para investigar fato determinado de grande relevância ligado à vida econômica, social ou legal do país, de um estado ou de um município. Embora tenham poderes de Justiça e uma série de prerrogativas, comitês do tipo não podem estabelecer condenações a pessoas.

Leia também:  Entenda como funciona uma CPI


O que a CPI da COVID investiga?


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade