UAI
Publicidade

Estado de Minas NO SENADO

CPI: Girão liga Flávio Bolsonaro a empresário suspeito no caso Covaxin

Os dois viajaram juntos para Las Vegas, nos Estados Unidos, para tratar de um lobby de jogatina


23/09/2021 15:57 - atualizado 23/09/2021 16:59

Os senadores Flávio Bolsonaro e Eduardo Girão
Os senadores Flávio Bolsonaro e Eduardo Girão (foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)
O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) revelou que foi o filho “01” do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), que acompanhou o diretor da Precisa Medicamentos, Danilo Trento, em uma viagem para Las Vegas, nos Estados Unidos, para tratar de um lobby de jogatina.
Anteriormente, Danilo Trento se negou a dizer se viajou para Las Vegas com senadores, ou se aconteceu algum encontro entre ele e parlamentares.

"Isso leva à dedução dos membros desta Comissão Parlamentar de Inquérito que esta viagem teve indícios de crime, ou foi criminosa", respondeu o vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP).
 

Em seguida, Girão, que se diz independente, mesmo sendo um dos mais críticos à atuação do chamado G7, em especial do relator Renan Calheiros, apresentou um documento sobre a viagem. 
 
O senador defende a pauta contra a legalização de cassinos no Brasil.

"Viagem autorizada em 17 de dezembro de 2019, requerida pelo senador Flávio Bolsonaro", revela o texto.
 
 

Ação acabou sendo uma das maiores revelações do dia, já que Danilo dizia até o momento apenas conhecer Flávio Bolsonaro, mas não ter relações profissionais ou de amizade com o senador.
 

O dia da CPI

O empresário Danilo Trento depõe nesta quinta-feira (23/9) à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID, instalada pelo Senado.

Parlamentares buscam esclarecer qual o grau de envolvimento dele com Francisco Maximiano, dono da Precisa Medicamentos, empresa que representou a indiana Bharat Biotech, fabricante da Covaxin no contrato para compra dos imunizantes pelo Ministério da Saúde. 

A convocação foi requerida pelo vice-presidente do colegiado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Segundo o senador, Danilo Trento é sócio da empresa Primarcial Holding e Participações, com sede em São Paulo e no mesmo endereço da empresa Primares Holding e Participações, cujo Francisco Maximiano também é sócio.

Após as denúncias de irregularidades apresentadas à CPI pelo deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) e seu irmão Luís Ricardo, servidor do Ministério da Saúde, a pasta cancelou o contrato para compra de 20 milhões de doses da Covaxin em 29 de julho.

Documentos recebidos pelos senadores revelaram que o valor de US$ 15 por dose, negociado pela Precisa para a compra do imunizante, era 1.000% superior ao estimado pela farmacêutica em agosto de 2020. 

A comissão também busca investigar a relação do empresário com Marcos Tolentino, suposto dono da FIB Bank. A empresa é acusada de oferecer uma garantia irregular no fechamento do contrato da Covaxin.

Trento obteve no Supremo Tribunal Federal (STF) decisão da ministro Luis Roberto Barroso que permite a ele se recusar a responder a perguntas que eventualmente possam incriminá-lo.

O que é uma CPI?

As comissões parlamentares de inquérito (CPIs) são instrumentos usados por integrantes do Poder Legislativo (vereadores, deputados estaduais, deputados federais e senadores) para investigar fato determinado de grande relevância ligado à vida econômica, social ou legal do país, de um estado ou de um município. Embora tenham poderes de Justiça e uma série de prerrogativas, comitês do tipo não podem estabelecer condenações a pessoas.

Leia também:  Entenda como funciona uma CPI


O que a CPI da COVID investiga?

  


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade