Publicidade

Estado de Minas

Paulo Guedes confirma 'mudanças estruturais' no Ministério da Economia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve anunciar na próxima semana a recriação do Ministério do Trabalho e Previdência Social


21/07/2021 15:50 - atualizado 21/07/2021 16:43

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente Jair Bolsonaro(foto: Mauro Pimentel/AFP)
O ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente Jair Bolsonaro (foto: Mauro Pimentel/AFP)
O ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou nesta quarta-feira (21/7) que a pasta vai sofrer algumas “mudanças estruturais”. A nova organização vai ser para a recriação do Ministério do Trabalho e Previdência Social e deve ser anunciada na próxima semana, segundo o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

LEIA TAMBÉM: Maia ironiza mudança nos ministérios: 'Perder para o Onyx é uma humilhação'

"Tem novidades na nossa organização estrutural, vamos fazer uma mudança organizacional. Essas novidades são exatamente na direção de emprego e renda. Acelera o ritmo de criação de empregos", explicou Guedes em coletiva de imprensa para comentar os resultados da arrecadação federal de junho.

Com a volta do ministério, Bolsonaro deve nomear Onyx Lorenzoni, atual ministro da Secretaria-Geral do governo. Com isso, a vaga fica disponível para Luiz Eduardo Ramos, que hoje comanda a Casa Civil. E, por fim, este cargo deve ser preenchido pelo senador Ciro Nogueira (PP), nome indicado pelo Centrão.

O presidente confirmou mais cedo a mudança ministerial. “Estamos trabalhando, inclusive, uma pequena mudança ministerial, que deve ocorrer na segunda-feira, para ser mais preciso, para a gente continuar aqui administrando o Brasil. Temos uma enorme responsabilidade, sabia que o trabalho não ia ser fácil, mas realmente é muito difícil. Não recomendo essa cadeira para os meus amigos", disse o presidente durante entrevista à Jovem Pan de Itapetininga.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade