Publicidade

Estado de Minas PSD SE ARTICULA

Candidatura de Kalil em MG pode ser 'carro-chefe' para alavancar Pacheco

Prefeito de Belo Horizonte tem apoio de seu partido para tentar o governo estadual; movimento é essencial em prol de eventual candidatura própria ao Planalto


21/07/2021 14:48 - atualizado 21/07/2021 16:26

Após turbulências, relação entre Alexandre Kalil e Rodrigo Pacheco melhorou consideravelmente(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
Após turbulências, relação entre Alexandre Kalil e Rodrigo Pacheco melhorou consideravelmente (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
Além de dizer que o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), é o "plano A, B e C" do PSD para disputar o Palácio do Planalto, o presidente nacional da legenda, Gilberto Kassab, garante que o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, só não participará da eleição ao governo mineiro se não quiser.


Ao Estado de Minas, Kassab detalhou a estratégia para emplacar eventual composição em torno de Pacheco. A ideia é que palanques regionais, vistos por ele como essenciais, tenham Minas Gerais como "carro-chefe".

"Sinto, por tudo o que ouço de amigos e companheiros de partido em Minas, que Kalil é um extraordinário candidato. Caso vença, vai ser um grande governador, como tem sido grande prefeito. Esses palanques regionais, tendo Minas como carro-chefe, vão permitir a Pacheco ter uma base de lançamento de sua candidatura muito expressiva", afirmou, nessa terça-feira (20/7).

Pacheco ainda compõe os quadros do DEM, mas já recebeu o convite oficial para rumar à agremiação pessedista. A resposta, no entanto, ainda não foi dada.



Gilberto Kassab não esconde que deseja tê-lo como candidato à presidência, mas o senador, publicamente, afirma não querer debater o tema neste momento.

Em solo mineiro, a iminente entrada de Kalil na disputa terá o governador Romeu Zema (Novo) como oponente. O prefeito tem autonomia do partido para construir a candidatura.

"(Kalil) tem total delegação do partido em nível nacional e estadual para construir o seu projeto. Com uma diferenciação: ele é prefeito de Belo Horizonte, muito cuidadoso e responsável, conduzindo muito bem a prefeitura nesta pandemia. Ele, em nenhum momento, vai deixar de priorizar as ações de prefeito para se dedicar a uma pré-campanha ou campanha", sustentou Kassab.

O PSD busca nomes para viabilizar participação ativa em disputas estaduais. Em São Paulo, o objetivo é filiar Geraldo Alckmin, ex-governador, que está de saída do PSDB. No Rio de Janeiro, o prefeito da capital, Eduardo Paes, tenta arrebatar o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz.

Articulações

A relação entre Kalil e Rodrigo Pacheco sofreu estremecimentos no ano passado, quando trocaram farpas por causa da eleição municipal. Em 2021, o diálogo tornou-se ameno. O PSD apoiou a candidatura do senador por Minas ao comando do Congresso Nacional e bateu o martelo sobre o tema em reunião na casa do prefeito de BH.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade