Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Datafolha: reprovação dos ministros do STF aumenta para 33%

Os últimos acontecimentos políticos podem ter afetado o resultado


12/07/2021 15:32 - atualizado 12/07/2021 15:55

A diferença de quatro pontos percentuais na reprovação entre as duas pesquisas é o limite máximo da margem de erro(foto: CNJ/Reprodução)
A diferença de quatro pontos percentuais na reprovação entre as duas pesquisas é o limite máximo da margem de erro (foto: CNJ/Reprodução)
A reprovação à atuação dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) voltou a crescer. É o que aponta a nova pesquisa Datafolha. 
 


Cerca de 24% avaliam a atuação como boa/ótima. Para 36%, a avaliação é regular e 7% não souberam responder.

Na pesquisa anterior, em agosto de 2020, a reprovação era de 29%, ante 27% que consideravam o trabalho dos magistrados ótimo/bom. Outros 38% avaliaram como regular e 6% não sabiam opinar.
 
A diferença de quatro pontos percentuais na reprovação entre as duas pesquisas é o limite máximo da margem de erro, portanto uma situação improvável de estabilidade na prática.

Ainda de acordo com o instituto, os últimos acontecimentos políticos podem ter afetado o resultado.

Como exemplo, os processos envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que tinha condenação por corrupção confirmada em três graus do Judiciário, e os ataques ao STF apoiados pelo presidente Bolsonaro e seus apoiadores.
 

A pesquisa

O Datafolha ouviu presencialmente 2.074 pessoas em 146 municípios de todo o país. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%.
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie.  


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade