Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES

Kalil confirma pré-candidatura ao Governo de Minas em 2022

Prefeito de BH disse que está focado no combate à COVID-19 e pode desistir da eleição para não 'entregar essa cidade num pandemônio'


14/06/2021 21:20 - atualizado 14/06/2021 21:39

Kalil afirmou que Zema e Bolsonaro estão em campanha para tentar reeleição (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press - 27/05/2021)
Kalil afirmou que Zema e Bolsonaro estão em campanha para tentar reeleição (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press - 27/05/2021)
Principal concorrente de Romeu Zema (Novo) nas pesquisas de intenção de voto, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), confirmou, nesta segunda (14/6), que é pré-candidato ao Governo de Minas Gerais em 2022.


"Sou. Não neguei na campanha. Pré-candidato, sim. Se eu vou sair com certeza, eu não sei. Não vou entregar essa cidade num pandemônio. Não é o meu estilo. Mas, como todo prefeito da capital, posso vir a ser candidato sim", disse Kalil em entrevista ao portal "UOL".

"Mas, como não gosto de passar por mentiroso, eu não dou essa certeza pra ninguém. E me dou o direito de guardar isso pra mim", completou o chefe do Executivo municipal.

Em pesquisa recente do AtlasIntel, Zema venceu Kalil no primeiro turno (35,5% contra 32,9%), mas perdeu no segundo (41,4 contra 40,6%).

Porém, por causa da margem de erro, o cenário é de empate técnico.

"Quem está fazendo campanha desesperadamente está arrancando um empate. O povo quer entrega. Eu estou falando dos dois (Zema e Bolsonaro)", disse Kalil ao ser questionado sobre a campanha.

Alianças

Jornalistas do UOL também perguntaram se Kalil, caso seja candidato, pretende se associar a algum postulante ao Palácio do Planalto.

"Esse tempo passou, na minha opinião. Ninguém associa a ninguém mais a esse nível de polarização. Nós temos uma entrega. Nós temos que mostrar. Isso é uma nova política que ninguém entendeu. Eu não dei um passo na rua durante minha campanha de reeleição (à Prefeitura de BH)", disse.

Em 2018, o prefeito de BH apoiou Ciro Gomes (PDT) nas eleições presidenciais. Mesmo com a já certa candidatura do pedetista, Kalil não garante que "sairá" com o ex-ministro.

"Também me dou o direito de me esperar, porque nenhum deles, sem exceção, veio aqui, nem na primeira nem na segunda eleição, me ajudar a ter votos", disse.

Em fevereiro, Kalil se reuniu com ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT). Se a agenda poderia representar uma proximidade a Lula, o ex-presidente do Atlético disse que recebe qualquer candidato para uma conversa e lembrou reuniões que teve com Jair Bolsonaro (sem partido).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade