Publicidade

Estado de Minas REDES SOCIAIS

Adnet processa Mario Frias por difamação e injúria

Secretário especial da Cultura chamou o comediante de 'garoto frouxo e sem futuro'


24/03/2021 18:06 - atualizado 24/03/2021 18:54

Adnet processou Mario Frias por 'injúria'(foto: Redes Sociais/Reprodução)
Adnet processou Mario Frias por 'injúria' (foto: Redes Sociais/Reprodução)
O secretário especial da Cultura do governo Jair Bolsonaro (sem partido), Mário Frias, recebeu, nesta quarta-feira (24/3), uma queixa-crime do comediante Marcelo Adnet por difamação e injúria.

O comediante fez a denúncia em cima de uma publicação feita no Instagram do secretário em setembro de 2020. O caso é investigado na 42ª Vara Criminal do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro). As informações são do portal  Poder 360.

O post de Frias foi feito em 4 setembro de 2020. Adnet ironizou, em vídeo, uma publicação de Frias em homenagem ao dia 7 de setembro. Em resposta, o secretário chamou o comediante de “garoto frouxo e sem futuro".
 
"Um palhac%u0327o decadente que se vende por qualquer tosta%u0303o, trocando uma amizade verdadeira, um amor ou sua histo%u0301ria por um saquinho de dinheiro e uma bajulada no seu ego infantil e incapaz de encarar a vida e suas responsabilidades morais", escreveu.

Segundo a defesa de Adnet, Frias agiu “além da liberdade de expressão”.
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie.  


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade