Publicidade

Estado de Minas PRONUNCIAMENTO

Bolsonaro: 'Sempre afirmei que adotaríamos qualquer vacina'

Apesar da afirmação do presidente durante pronunciamento, em 2020 vários ataques foram feitos à CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan


23/03/2021 21:17 - atualizado 23/03/2021 21:34

Bolsonaro, em várias oportunidades no ano passado, fez ataques contra a CoronaVac(foto: Reprodução)
Bolsonaro, em várias oportunidades no ano passado, fez ataques contra a CoronaVac (foto: Reprodução)
Em pronunciamento em cadeia nacional na noite desta terça-feira (23/03), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que “sempre afirmou que adotaria qualquer vacina, desde que aprovada na Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária)”.

No entanto, em 2020, vários ataques foram feitos por Bolsonaro direcionados à CoronaVac, imunizante produzido pelo Instituto Butantan, em parceria com o laboratório Sinovac, da China.


“Sempre afirmei que adotaríamos qualquer vacina, desde que aprovada pela Anvisa e assim foi feito. Somos produtores de vacina em território nacional”, disse Bolsonaro, nesta noite.

Mas, em outubro do ano passado, após o Ministério da Saúde anunciar a intenção de compra de 46 milhões de doses da CoronaVac, Bolsonaro foi às redes sociais no dia seguinte afirmar que os imunizantes não seriam adquiridos.

Na ocasião, o presidente classificou a substância como “a vacina chinesa de João Doria”, fazendo referência ao governador de São Paulo.
(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)

"A vacina chinesa de João Dória: para o meu Governo, qualquer vacina, antes de ser disponibilizada à população, deverá ser comprovada cientificamente pelo Ministério da Saúde e certificada pela Anvisa. O povo brasileiro não será cobaia de ninguém. Não se justifica um bilionário aporte financeiro num medicamento que sequer ultrapassou sua fase de testagem. Diante do exposto, minha decisão é a de não adquirir a referida vacina ", afirmou, na época.

Durante uma transmissão ao vivo em suas redes sociais, Bolsonaro voltou a disparar contra a CoronaVac. Mais uma vez, em referência a Doria, o presidente disse que o governador de São Paulo deveria “procurar outro para pagar a tua vacina”.

Ninguém vai tomar a sua vacina na marra não, tá ok? Procura outro. E eu, que sou governo, o dinheiro não é meu, é do povo, não vai comprar a vacina também não, tá ok? Procura outro para pagar a tua vacina aí”, disse.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade