Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Parlamentares cobram mansão de Flávio Bolsonaro no Conselho de Ética

Logo após o STJ anular a quebra de sigilo bancário e fiscal do senador, ele comprou um imóvel de luxo no valor de R$ 6 milhões


03/03/2021 14:38 - atualizado 03/03/2021 15:04

Essa não é a primeira vez que os partidos oferecem representação ao colegiado contra Flávio Bolsonaro(foto: Agência Brasil/Reprodução)
Essa não é a primeira vez que os partidos oferecem representação ao colegiado contra Flávio Bolsonaro (foto: Agência Brasil/Reprodução)
Parlamentares e representantes do Psol, Rede e PT protocolaram, nesta quarta-feira (3/3), um ofício cobrando a abertura de um processo por quebra de decoro do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no Conselho de Ética do Senado. 

 

A compra aconteceu uma semana depois de o Superior Tribunal de Justiça (STJ) ter anulado a quebra de sigilo bancário e fiscal do senador no âmbito da investigação do esquema de "rachadinhas".

“Novas e gravíssimas denúncias de movimentações financeiras incompatíveis com os rendimentos declarados pelo senador Flávio Bolsonaro, ora representado, inundaram o noticiário nacional. Não é a primeira vez que transações imobiliárias são colocadas em cheque por investigadores do Ministério Público do Rio de Janeiro, razão pela qual merecem ser amplamente esclarecidas e investigadas”, diz o pedido.

Outras representações


Essa não é a primeira vez que os partidos oferecem representação ao colegiado contra o senador.
  • Fevereiro de 2019: Flávio foi denunciado pelas supostas práticas de "rachadinha"

  • Maio de 2019: nova representação após denúncias de ter obtido acesso à informação privilegiada, por meio de informante do alto escalão da Polícia Federal sobre as investigações de "rachadinha"

  • Julho de 2020: representação em razão da prisão do ex-assessor do senador, Fabrício Queiroz, operador do esquema das “rachadinhas”

  • Dezembro de 2020: nova representação após denúncias de uso indevido da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) pelo governo federal para auxiliar na defesa de Flávio Bolsonaro
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie  


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade