Publicidade

Estado de Minas CASA DE LUXO

Flávio Bolsonaro ataca imprensa por divulgar compra de imóvel

Senador comprou uma mansão luxuosa de R$ 6 milhões em Brasília; segundo ele, trata-se de ''uma simples compra e venda de imóvel''


02/03/2021 13:26 - atualizado 02/03/2021 13:42

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) compartilhou em suas redes sociais nesta terça-feira (02/03) um vídeo atacando a imprensa por divulgar a compra do imóvel luxuoso em Brasília.

Ele justifica o gasto com a venda de um outro imóvel que tinha no Rio de Janeiro e disse ter acionado o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI) para proteger a casa.
 
Senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) comprou uma mansão luxuosa em Brasília por R$ 6 milhões(foto: Agência Senado)
Senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) comprou uma mansão luxuosa em Brasília por R$ 6 milhões (foto: Agência Senado)
O filho do presidente comprou um imóvel de luxo no Setor de Mansões Dom Bosco, no Lago Paranoá, em Brasília, no valor de R$ 6 milhões. A região faz parte de um bairro nobre da capital. As informações foram divulgadas pelo portal O Antagonista.

“A melhor vista de Brasília, da suíte master”, anunciou a imobiliária. A casa de luxo tem 1.100m² de área construída, em um terreno de 2.500m² e conta com três suítes - uma delas master -, academia, área gourmet, sala, cozinha mobiliada, brinquedoteca etc.



Após a repercussão, o parlamentar resolveu se pronunciar por meio de um vídeo compartilhado em suas redes sociais. “Mais uma vez a imprensa tenta construir uma narrativa criminosa em cima de uma simples compra e venda de imóvel”, disse.
 

Flávio continuou atacando a imprensa: “Eu já sabia que isso podia acontecer, porque é comigo. Mas eu não vou deixar de fazer nada na minha vida com medo de como a imprensa vai explorar ou distorcer isso”, completou.

Ele se explicou: “Sendo bastante objetivo, eu vendi o imóvel que tinha no Rio de Janeiro. Vendi também uma franquia que possuía também no RJ e dei entrada em uma casa em Brasília. A maior parte do valor dessa casa está sendo financiada no banco em uma taxa que foi aprovada conforme o regimento familiar, como qualquer pessoa no Brasil pode fazer”, afirmou.
 

“Lamento essa exploração com um fato simples. Isso tudo está em uma escritura pública acessível a qualquer brasileiro, acessível a qualquer imprensa. 'Não estamos conseguindo identificar a compra e venda do seu imóvel lá no RJ', foi um instrumento particular de compra e venda e que daqui a pouco vai ter uma escritura pública também está na fase de elaboração das certidões para que possa instruir isso. Nada além disso”, continuou.

O senador também criticou a divulgação da compra. “Eu lamento que a imprensa exponha o endereço onde moro e minha família em função disso. Já oficiei o GSI, órgão responsável no governo pela segurança da família do presidente, para que intensifique a segurança no entorno da minha residência”, concluiu.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade