Publicidade

Estado de Minas PEC

Rodrigo Pacheco garante urgência na votação do auxílio emergencial

O presidente do Senado declarou que está discutindo com o Ministério da Economia o melhor momento para a implantação do benefício


23/02/2021 13:54 - atualizado 23/02/2021 14:10

Novo auxílio emergencial deve ser votado nesta quinta-feira (25/02) no Senado(foto: Agência Brasil)
Novo auxílio emergencial deve ser votado nesta quinta-feira (25/02) no Senado (foto: Agência Brasil)
Tramita no Congresso a PEC Emergencial para um novo auxílio emergencial no valor de R$ 200 entre março e junho. Na tarde desta terça-feira (23/2), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), declarou que está discutindo com o Ministério da Economia o momento de implantação do benefício. 

O parlamentar garantiu que a votação da PEC deve ficar entre esta semana e a próxima, mas que é necessário o protocolo fiscal. “Confere segurança jurídica para garantir o auxílio emergencial e também futuros programas sociais que possam vir em substituição, com uma renda mínima, básica e de cidadania para as pessoas que precisam”, declarou o novo presidente do Senado.

Para garantir o auxílio, “precisamos também discutir o momento, que precisa ser o mais rápido possível, da implantação deste auxílio emergencial”, completou.

Pelo cronograma traçado pela equipe econômica, a PEC deverá ser aprovada ainda na quinta-feira (25/2) no Senado e, no máximo, em duas semanas na Câmara. A partir daí, o governo editará uma medida provisória definindo o valor efetivo do benefício.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade