Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Eduardo Bolsonaro critica China ao justificar atraso da vacina da Índia

Em vídeo, o filho 03 do presidente também criticou a comunicação de Bolsonaro e alfinetou Luciano Huck, que é cotado para as eleições presidenciais de 2022


20/01/2021 15:05 - atualizado 20/01/2021 15:42

Eduardo Bolsonaro, um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro(foto: Redes Sociais/Reprodução)
Eduardo Bolsonaro, um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro (foto: Redes Sociais/Reprodução)
O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) voltou a fazer críticas à China ao tentar justificar o atraso do envio, ao Brasil, das vacinas da AstraZeneca/Oxford. Em vídeo, o filho 03 do presidente disse que a Índia tem "organismos e instituições" com credibilidade "muito maiores do que vizinhos que estão produzindo a própria vacina".

“Agora, vamos falar sobre a vacina. Agora é só isso que se fala, vacina e porrada no presidente. O presidente sempre deixou claro que assim que a Anvisa chancelasse, não haveria problema. O problema é que o governador João Doria não queria que a vacina, que vem da China mas não é aplicada nos chineses, passasse pela Anvisa. E para piorar ele falava sobre vacinação obrigatória”, disse o filho do presidente.
 
 
 
“A vacina que está vindo do Brasil vem da Índia. Mas como a Índia pode distribuir vacinas sendo que a própria população ainda não foi vacinada? Existe uma pressão popular que gerou uma instabilidade que atrasou, e o problema já está sendo resolvido”, conta.


Veja vídeo para entender a eficácia da Coronavac 


Eduardo ainda explicou os dados da vacina CoronaVac de forma incorreta. Veja o vídeo a seguir para entender corretamente os números da vacina do Instituto Butantan.

Legendas

Nas legendas dos vídeos, Eduardo citou a comunicação do presidente e falou sobre o apresentador Luciano Huck, cotado para as eleições presidenciais de 2022. 

“A comunicação do governo poderia melhorar? Sim,sempre dá para aperfeiçoar tudo. Mas pense comigo: será que se o governo agisse diferente estes que criticam estariam elogiando? Adianto a resposta: a esmagadora maioria não”, escreveu.

Ao falar sobre Huck, o filho do presidente citou Manaus. A cidade vive um colapso no sistema de saúde. “Basta lembrar do apresentador do nariz grande choramingando que nada poderia fazer para ajudar o oxigênio em Manaus, este é o padrão.”


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade