Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Zema alfineta Kalil e defende Bolsonaro: 'Pessoa bem intencionada'

Perguntado sobre o prefeito da capital, Zema disse que há prefeitos 'Se aproveitando da pandemia'


13/01/2021 12:17 - atualizado 13/01/2021 13:15

Romeu Zema durante coletiva na sede do governo de Minas(foto: Dirceu Aurélio / Sejusp)
Romeu Zema durante coletiva na sede do governo de Minas (foto: Dirceu Aurélio / Sejusp)

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), defendeu o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e alfinetou Alexandre Kalil (PSD), prefeito de Belo Horizonte na manhã desta quarta-feira (13/1).

Em entrevista à Rádio Jovem Pan, Zema disse que Bolsonaro é “bem intencionado”. Ao ser perguntado sobre a postura do prefeito da capital mineira, o governador disse que “há prefeitos que estão se aproveitando” da pandemia. (Veja os vídeos abaixo).

 

Romeu Zema foi indagado sobre as constantes críticas feitas por João Amoedo, presidente do Novo, à política bolsonarista e afirmou que, dentro da legenda, as opiniões são livres.


“Até pelo motivo de ser um partido liberal, isso muito é bem tolerado dentro do partido. Cada um tem a sua opinião. Opinião enriquece o debate. Mas eu sou adepto, e sempre procedi assim na minha vida, de que criticar por criticar não resolve os problemas. Os problemas do Brasil são complexos, o presidente pode ter os erros dele, mas também tem o acerto, e vejo que ele é uma pessoa bem intencionada.", afirmou.

"Procuro manter um bom relacionamento com o presidente. Não o apoio em todas das questões. Mas, não é porque estou em desacordo que vou pra TV, para o rádio ficar criticando ele”, acrescentou o governador.

 

Ao contrário da convergência de pensamento com o presidente da República, Zema não esconde as discordâncias com Alexandre Kalil, prefeito de BH e seu virtual concorrente ao cargo de governador nas eleições de 2022.


Porém, diferente do tom mais incisivo já adotado contra Kalil em outras oportunidades, Zema foi mais comedido. Disse que cada prefeito sabe o que é melhor para sua cidade mas, criticou – sem citar nominalmente o chefe do Executivo belo-horizontino – afirmando que há “prefeitos se aproveitando” da pandemia.


“Minas tem 853 municípios, cada um com suas características especiais. Temos o programa Minas Consciente que está, infelizmente, na Onda Vermelha em quase todas as regiões do estado. O que significa que as medidas de isolamento são necessárias. Mas cada prefeito sabe aquilo que é melhor para sua cidade. Infelizmente, temos prefeitos que estão se aproveitando dessa situação. Não cabe a mim julgar cada um dos 853. Ele (Kalil) é um entre eles”.

COVID-19 em Minas Gerais 

Minas Gerais atingiu o segundo maior número de casos de COVID-19 em 24 horas. De acordo com dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES), entre essa terça-feira (12/01) e esta quarta-feira (13/01), foram 8.319 infecções, menor apenas que o recorde de 8.399, registrado no último sábado (09/01).


O número de mortos nas últimas 24 horas pelas complicações causadas pelo novo coronavírus em Minas é de 144. Com isso, o estado se aproxima da marca de 13 mil óbitos por causa do vírus.

 

Nos números totais, são 12.894 mortes pela doença em Minas. O estado também soma 611.152 casos confirmados do novo coronavírus, com 544.448 recuperações.

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade