UAI
Publicidade

Estado de Minas DINHEIRO PÚBLICO

Renan, filho de Bolsonaro, usa de graça empresa contratada pelo governo

A denúncia contra o filho 04 está em reportagem apurada pela Folha de S.Paulo e inclui vídeos e fotos feitas pela empresa que recebeu neste ano R$ 1,4 milhão


10/12/2020 10:14 - atualizado 10/12/2020 12:53

A empresa de Jair Renan foi aberta com pouco mais de R$ 100 mil e inaugurada em outubro(foto: Agência Senado)
A empresa de Jair Renan foi aberta com pouco mais de R$ 100 mil e inaugurada em outubro (foto: Agência Senado)

O presidente Jair Bolsonaro ( sem partido) está, mais uma vez, tendo que lidar com denúncia de suspeita contra um de seus cinco filhos por uso indevido de dinheiro público.

Dessa vez, o envolvido é o caçula dos quatro filhos do presidente, Jair Renan , 22 anos – o único dos quatro que não tem mandato parlamentar.

O presidente tem cinco filhos. Laura, de 10 anos, é a caçula e filha do presidente com a primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Denúncia


A denúncia foi publicada nesta quinta-feira (10/12) pelo site do jornal Folha de S.Paulo. Segundo apurou a reportagem, o filho 04 do presidente usou de forma gratuita o serviço de uma produtora de conteúdo digital e comunicação corporativa que presta serviços ao governo federal.

Também de acordo com a reportagem, neste ano, a empresa recebeu recebeu R$ 1,4 milhão do governo Bolsonaro.

Empresa de Jair Renan


A empresa de Jair Renan foi inaugurada em outubro, no camarote 311 do estádio Mané Garrincha, em Brasília, onde fica a sede da Bolsonaro Jr Eventos e Mídia.

A produtora Astronautas Filmes, que exibe com destaque o governo federal no portfólio de clientes de seu site, realizou a filmagem e fotografia do evento.

Um vídeo com os melhores momentos da festa é exibido no Instagram do projeto de Renan. O proprietário da Astronautas, Frederico Borges de Paiva, compareceu ao evento e aparece nas imagens, abraçando e brincando com o filho do presidente.

Aliados


A reportagem apurou ainda que, em seu perfil de uma rede social, o empresário também exibe uma foto ao lado do deputado federal Hélio Lopes (PSL-RJ), um dos principais aliados do presidente.

Neste ano, a empresa de Paiva, especializada em conteúdo digital, comunicação corporativa e transmissão ao vivo, recebeu ao menos R$ 1,4 milhão do governo federal para produzir peças para os ministérios da Saúde, Turismo, Casa Civil e Educação.

Dança e pose


A peça produzida de graça pela Astronautas para a Bolsonaro Jr Eventos e Mídia mostra o filho do presidente na maior parte do tempo dançando e cumprimentando os convidados. Em determinado momento, Renan faz a clássica pose do pai, simulando disparar tiros para o céu, cercado por convidados.

Permuta


À Folha, o proprietário da Astronautas admitiu que realizou os serviços para a empresa Renan. “Trocamos por permuta pela divulgação das nossas marcas, assim como fazemos em diversos outros projetos”, disse Paiva.

Questionado, ele não informou quanto gastou com o evento do filho do presidente. A empresa também se recusou a informar à reportagem o total dos valores que a empresa recebeu do governo federal.

Junta comercial


A festa de Renan ocorreu antes do registro do negócio na Junta Comercial de Brasília, o que aconteceu em 16 de novembro. A Bolsonaro Jr Eventos e Mídia foi aberta com um capital de R$ 105 mil, “totalmente integralizado neste ato em moeda corrente do país”, e consta com Renan como único sócio.

A inauguração da empresa foi realizada junto com outro projeto, chamado MOB Fit, que pertence ao ex-personal trainer de Renan e subsecretário de Programas e Incentivos Econômicos do Distrito Federal, Allan de Lucena.

A Bolsonaro Jr tem como objeto a organização, promoção e criação de conteúdo publicitário para feiras, leilões, congressos, conferências e exposições comerciais e profissionais.

A empresa também propõe o fornecimento de profissionais para operar a infraestrutura dos lugares onde ocorrem os eventos, além da exploração de pedalinhos, karts e "trenzinhos recreacionais".

Visita


Renan solicitou ao gabinete da Presidência da República uma audiência para tratar de interesses comerciais de um de seus patrocinadores do Espírito Santo.

Mario Frias recebe Jair Renan Bolsonaro para reunião sobre eSports

O pedido, de acordo com a publicação, foi encaminhado por um assessor especial de Jair Bolsonaro ao ministro Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, que recebeu o empresário.

Sem comentários


Em nota à Folha de S.Paulo, a Astronautas disse que a empresa é constituída há quase 11 anos, "com destaque em meio corporativo privado, não sendo o foco de nosso trabalho a participação em licitações ou terceirizações de serviços".

Sobre as imagens do empresário Paiva abraçando o filho do presidente na inauguração da Bolsonaro Jr, o dono da Astronautas respondeu que "resta claro que se trata apenas de situação em que minha marca foi divulgada".

Paiva também respondeu, segundo a Folha de S.Paulo, a um dos e-mails enviados dizendo que "todos os questionamentos foram atendidos e a continuidade do envio de comunicações similares será interpretada como tentativa de difamação e terão os desdobramentos cabíveis".

A Folha também destacou que a Secretaria de Comunicação da Presidência,não respondeu à solicitação para esclarecer o caso. Tampouco a empresa de Renan se posicionou sobre o assunto.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade