Publicidade

Estado de Minas SISTEMA ELEITORAL

'Não deveria estar na pauta', diz Maia sobre voto impresso

Presidente da Câmara dos Deputados reforçou que o atual modelo é seguro e disse que questionar isso é colocar o sistema em xeque


29/11/2020 13:59 - atualizado 29/11/2020 14:30

Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, criticou o modelo de voto impresso(foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, criticou o modelo de voto impresso (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O presidente da Câmara , Rodrigo Maia (DEM-RJ) votou na manhã deste domingo (29/11) no Rio de Janeiro e fez críticas ao voto impresso, modelo defendido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Maia reforçou que o sistema atual é seguro. "Essa mistura acaba gerando uma insegurança num sistema que é muito seguro. Eu, por exemplo, fui sempre defensor de uma amostragem do voto impresso. Mas tratar desse assunto agora significa colocar em xeque um sistema que tem dado certo e que é muito seguro", disse Maia. "Eu, por enquanto, acho que este assunto não deveria estar na pauta", continuou.

Enquanto isso, também na manhã deste domingo (29/11), após exercer a obrigatoriedade eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), voltou a defender o modelo. “O que eu espero do sistema eleitoral brasileiro? Que nós possamos ter em 2022 um sistema seguro que possa dar garantia ao eleitor. A questão do voto impresso é uma necessidade, está na boca do povo, as reclamações são demais. Não adianta bater no peito e falar que é segura, não tem como comprovar. Estamos vendo o trabalho dos hackers aí”, disse.

Bolsonaro ainda disse que vai entrar na pauta no próximo ano do governo. “Tenho conversado com várias lideranças do Congresso e nós devemos, no decorrer do ano que vem, partir para isso. A decisão é do Executivo e do poder Legislativo a busca pelo voto impresso”, completou.

Apesar de defender o voto impresso, Bolsonaro também questionou o resultado das eleições nos EUA. Sem provas, ele disse que houve fraude na apuração dos votos.
 
*Estagiária sob supervisão do subeditor João Renato Faria 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade