Publicidade

Estado de Minas SÃO PAULO

Boulos com COVID-19: bolsonaristas impulsionam tag contra nome do Psol em SP

Na véspera do segundo turno, coronavírus domina 'guerra virtual'


28/11/2020 12:46 - atualizado 28/11/2020 12:55

Guilherme Boulos representa o Psol na corrida eleitoral paulistana.(foto: Nelson Almeida/AFP)
Guilherme Boulos representa o Psol na corrida eleitoral paulistana. (foto: Nelson Almeida/AFP)
Apoiadores de Jair Bolsonaro (sem partido) utilizam o Twitter, neste sábado (28/11), para impulsionar uma hastag que protesta contra os eventos presenciais feitos por Guilherme Boulos (Psol) mesmo após ter ciência da contaminação, por coronavírus, de uma aliada. A #BoulosGenocida é um dos assuntos mais comentados na rede. O candidato a prefeito de São Paulo testou positivo para a doença nessa sexta (27).

Submetendo algumas das contas participantes do movimento ao Botometer, ferramenta da Universidade de Indiana que identifica a possível participação de máquinas na elaboração de tuítes, percebe-se que há a probabilidade de alguns dos perfis não serem totalmente controlados por humanos.

É o caso, por exemplo, de uma conta batizada de Pátria Amada Brasil, cujo usuário é RobertoAlvesCa6: na escala de 0 a 5 utilizada pelo Botometer para medir a probabilidade de tratar-se de robôs, o perfil, que utiliza a logomarca do governo federal como avatar, tem nota 4,1.

Do outro lado, simpatizantes de Boulos relembram aglomerações provocadas por Bolsonaro durante a pandemia e as diversas declarações negacionistas dadas por ele. Em uma das mais recentes, o presidente questionou, sem provas, a eficácia das máscaras faciais. No início da pandemia, o chefe do Executivo nacional classificou a infecção como “gripezinha”.

A Folha de S. Paulo revelou que Boulos participou de sete eventos presenciais após descobrir que a deputada federal paulista Sâmia Bomfim, também do Psol, estava doente . Eles estiveram juntos no último dia 20.

Segundo o jornal, o staff do candidato soube do teste positivo de Sâmia na segunda (23). O exame de Boulos, contudo, foi feito apenas três dias depois.

Debate cancelado 


Boulos e seu adversário, Bruno Covas (PSDB), participariam de debate promovido pela TV Globo nessa sexta. O resultado do teste, no entanto, alterou os planos.

Os postulantes chegaram a publicizar a intenção de promover um debate remoto. A emissora, porém, negou o pedido. As condições para o encontro haviam sido acertadas previamente.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade