Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES 2020

Eleições em SP: pesquisa para 2º turno aponta Covas com 47,2% e Boulos com 39,3%

Brancos e nulos somam 8,6%, enquanto 4,9% dos eleitores não sabem ou não responderam. Ao todo, 1.000 pessoas foram ouvidas entre os dias 24 e 26 de novembro


27/11/2020 09:28 - atualizado 27/11/2020 09:45

Boulos (dir.) cresceu na segunda pesquisa, em comparação com a primeira, diminuindo a diferença para Covas (esq.)(foto: Divulgação/TV Cultura)
Boulos (dir.) cresceu na segunda pesquisa, em comparação com a primeira, diminuindo a diferença para Covas (esq.) (foto: Divulgação/TV Cultura)
Uma pesquisa feita pelo Instituto Paraná Pesquisas, divulgada nesta sexta-feira (27), mostra que Bruno Covas (PSDB) segue liderando a corrida à Prefeitura de São Paulo, levando a melhor contra Guilherme Boulos (Psol). No entanto, Boulos diminuiu a diferença para o oponente nesta segunda projeção.

A pesquisa divulgada nesta sexta mostra que Bruno Covas tem 47,2% das intenções de voto, contra 39,3% de Guilherme Boulos. Outros 8,6% dos eleitores informaram que vão votar em branco ou que pretendem anular o voto, enquanto 4,9% dos entrevistados não souberam ou não responderam.

Em relação ao levantamento anterior feito pelo Instituto Paraná Pesquisas, Bruno Covas apresentou queda e foi de 50,3% para 47,2. Por outro lado, Guilherme Boulos teve um crescimento considerável, dando um salto de 31,5% para 39,3%. Também foi constatada redução na quantidade de eleitores que pretendem anular o voto, caindo de 12,4% para 8,6%. O mesmo foi registrado para aqueles que não souberam ou não responderam: de 5,8% para 4,6%.

Considerando apenas os votos válidos, Bruno Covas lidera o cenário eleitoral em São Paulo, com 54,6%, contra 45,4% de Guilherme Boulos.

Potencial


Com relação a Bruno Covas, 35,3% dos eleitores disseram que com certeza votariam nele para prefeito de São Paulo, enquanto outros 28,1% disseram que poderiam votar no candidato. Já 34,8% disseram que não votariam nele de jeito nenhum para ocupar o Executivo municipal. Outros 1,3% não souberam ou não opinaram, enquanto 0,5% não conhecem Covas o suficiente para opinar.

Sobre Guilherme Boulos, 30,6% dos eleitores apontaram que votariam nele com certeza para prefeito de São Paulo, enquanto outros 22,6% disseram que poderiam votar no candidato. Por outro lado, 43,3% do público indicou que não votaria em Boulos de jeito nenhum para o Executivo municipal. Outros 2,2% não o conhecem suficiente para opinar e 1,3% não sabem ou não opinaram.

O número de eleitores que votariam em Covas com certeza subiu de 34,7%, na primeira pesquisa, para 35,3%, na segunda. A quantidade de pessoas que poderiam votar no candidato caiu de 29% para 28,1%. Uma leve aumento no índice de rejeição foi constatado, isso porque subiu de 34,7% para 34,8% as pessoas que não votaram no postulante do PSDB de jeito nenhum.

No caso de Boulos, houve um salto de 20,5% para 30,6% no número de eleitores que votariam nele com certeza, sendo constatada uma queda em quem poderia votar no postulante do Psol (27,6% na primeira pesquisa contra 22,6% na segunda) e em quem não votaria nele de jeito nenhum (47,9% na primeira pesquisa contra 43,3% na segunda).

Ao todo, 1.000 pessoas foram ouvidas entre os dias 24 e 26 de novembro. O nível de confiança da pesquisa é de 95%, sendo estimada uma margem de erro de, aproximadamente, 3% para os resultados gerais.

De acordo com a Resolução-TSE n.º 23.600/2019, essa pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o n.º SP-05951/2020 para o cargo de prefeito.

Primeiro turno de votação nas eleições 2020 será em 15 novembro. Confira nosso guia
Primeiro turno de votação nas eleições 2020 será em 15 novembro. Confira nosso guia

Eleições 2020: como votar, datas e horários

O primeiro turno das eleições 2020 será em 15 de novembro e, caso seja necessário no seu município, o segundo turno será realizado em 29 de novembro de 2020. Nestas eleições, o horário de votação é das 7h às 17h. O horário entre 7h e 10h é preferencial para maiores de 60 anos.

Com as novas medidas diante da pandemia do coronavírus, preparamos um guia com tudo que você precisa saber para votar nas eleições 2020.

O que muda nas eleições 2020?

Muitas mudanças foram feitas pela Justiça Eleitoral para os candidatos a prefeito e vereador durante o período eleitoral de 2020. Além disso, os eleitores também terão de se adaptar às novas normas para os dias de votação, como a abertura antecipada das seções eleitorais e as regras de higiene que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  


Como justificar o voto nas eleições 2020?

Os eleitores poderão optar por justificar o voto de três formas: 
  • No dia das eleições: o eleitor que estiver fora de sua cidade pode justificar a ausência em qualquer local de votação, das 7h às 17h. O eleitor deverá ter o número do título, um documento oficial de identificação e o formulário de justificativa preenchido.

  • Depois das eleições: preenchendo o formulário de justificativa em qualquer cartório eleitoral ou posto de atendimento ao eleitor em até 60 dias após a votação.

  • A justificativa também poderá ser feita pelo celular no aplicativo e-Título.

Eleições 2020 em Belo Horizonte

Na capital mineira, 15 candidatos disputam as eleições para prefeito. Conheça quem são os candidatos e o perfil de cada na corrida rumo à Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). Já para vereador, Belo Horizonte conta com mais de 1,5 mil candidatos. Alguns apostaram em apelidos e codinomes bem inusitados para conseguir votos.



Para acompanhar a cobertura completa das eleições em BH, acesse nosso especial

Para saber mais sobre as Eleições 2020 em Minas Gerais, leia também a cobertura completa das eleições na Grande BH e nas regiões Centro-OesteLesteNorteSul de MinasTriângulo Mineiro e Zona da Mata.



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade