Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES 2020

Wanderson Rocha quer criar empresa municipal de ônibus, com tarifa zero para população de BH

Candidato do PSTU afirma que recursos viriam do aumento do IPTU de imóveis de alto valor


10/11/2020 14:56 - atualizado 10/11/2020 16:27

Wanderson Rocha, candidato à Prefeitura de Belo Horizonte pelo PSTU(foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)
Wanderson Rocha, candidato à Prefeitura de Belo Horizonte pelo PSTU (foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)

O candidato Wanderson Rocha (PSTU) citou o transporte público como uma das prioridades de sua administração, caso seja eleito prefeito de Belo Horizonte. Em entrevista a jornalistas dos Diários Associados (Estado de MinasTV Alterosa e Portal Uai), ele criticou o atual modelo de gestão e disse que pretende criar uma “empresa municipal de transporte”.

“O transporte público é um direito social. Assim que entrarmos, vamos criar uma empresa municipal de transporte, como já existe em algumas cidades. Temos quatro consórcios e três são controlados pela família Carvalho. Esses empresários não cumprem o contrato. Já receberam multas por superlotação nos ônibus e nas estações. O povo está cansado de sofrer. Vamos fazer uma auditoria para cancelamentos. Já tem a previsão para 2021 de renovação da frota por parte da Prefeitura em torno de 60%, 200 ônibus. De imediato, vamos garantir tarifa zero para desempregados e estudantes, depois chegar a toda a população. Porque no governo do PSTU, transporte é um direito social”, declarou o candidato.

Wanderson se disse contrário ao fornecimento de subsídios para empresas privadas de transporte coletivo. Para ele, a administração deve ser realizada pelo próprio Município. Os recursos viriam de uma revisão do IPTU dos imóveis de maior valor na cidade.

“Nós não vamos subsidiar os empresários que controlam transporte, como outros candidatos estão dizendo. Não tem mais que passar dinheiro público para os grandes empresários. Os mais ricos da cidade, os milionários vão dessa vez de contribuir para a gente acabar com a desigualdade. Teremos um IPTU fortemente progressivo para os milionários da cidade. Faremos levantamento das áreas nobres para refazer o cálculo, para que eles possam pagar valor maior. (Imóveis com) valor até R$ 200 mil terão isenção do IPTU. Vamos trabalhar também com a renda familiar”, projetou. 

De acordo com o projeto do candidato do PSTU, serão criados conselhos municipais para auxiliar o trabalho de gestão e fiscalização da Prefeitura.

“Vamos criar empresa municipal da PBH. E vamos ter conselhos geridos por usuários e trabalhadores do transporte. Facilita o processo de fiscalização da prefeitura. Seria uma empresa municipal e conselhos populares de transporte. Como já temos a perspectiva de uma renovação de 200 ônibus, não dá para você passar esses ônibus para os grandes empresários e não resolver o problema da população que tem preço alto da passagem não tem a garantia de ônibus suficientes”, disse o candidato.

De acordo com a última pesquisa eleitoral realizada pelo Ibope (registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais sob o protocolo Nº MG-04440/2020), Wadson Ribeiro tem menos de 1% das intenções de voto. O prefeito Alexandre Kalil (PSD), candidato à reeleição, lidera com 62%.

Primeiro turno de votação nas eleições 2020 será em 15 novembro. Confira nosso guia
Primeiro turno de votação nas eleições 2020 será em 15 novembro. Confira nosso guia

Eleições 2020: como votar, datas e horários

O primeiro turno das eleições 2020 será em 15 de novembro e, caso seja necessário no seu município, o segundo turno será realizado em 29 de novembro de 2020. Nestas eleições, o horário de votação é das 7h às 17h. O horário entre 7h e 10h é preferencial para maiores de 60 anos.

Com as novas medidas diante da pandemia do coronavírus, preparamos um guia com tudo que você precisa saber para votar nas eleições 2020.

O que muda nas eleições 2020?

Muitas mudanças foram feitas pela Justiça Eleitoral para os candidatos a prefeito e vereador durante o período eleitoral de 2020. Além disso, os eleitores também terão de se adaptar às novas normas para os dias de votação, como a abertura antecipada das seções eleitorais e as regras de higiene que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  


Como justificar o voto nas eleições 2020?

Os eleitores poderão optar por justificar o voto de três formas: 
  • No dia das eleições: o eleitor que estiver fora de sua cidade pode justificar a ausência em qualquer local de votação, das 7h às 17h. O eleitor deverá ter o número do título, um documento oficial de identificação e o formulário de justificativa preenchido.

  • Depois das eleições: preenchendo o formulário de justificativa em qualquer cartório eleitoral ou posto de atendimento ao eleitor em até 60 dias após a votação.

  • A justificativa também poderá ser feita no aplicativo e-Título.

Eleições 2020 em Belo Horizonte

Na capital mineira, 15 candidatos disputam as eleições para prefeito. Conheça quem são os candidatos e o perfil de cada na corrida rumo à Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). Já para vereador, Belo Horizonte conta com mais de 1,5 mil candidatos. Alguns apostaram em apelidos e codinomes bem inusitados para conseguir votos.



Para acompanhar a cobertura completa das eleições em BH, acesse nosso especial

Para saber mais sobre as Eleições 2020 em Minas Gerais, leia também a cobertura completa das eleições na Grande BH e nas regiões Centro-OesteLesteNorteSul de MinasTriângulo Mineiro e Zona da Mata.



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade