Publicidade

Estado de Minas JUSTIÇA

Fachin nega recurso de Lula para suspender processo do tríplex no Guarujá

A defesa pediu a suspensão do julgamento, enquanto o Supremo não julgar um habeas corpus que questiona a validade de uma sessão do STJ


04/11/2020 15:39 - atualizado 04/11/2020 16:12

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)(foto: Agência Brasil/Reprodução)
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) (foto: Agência Brasil/Reprodução)
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, negou um recurso feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre o julgamento do caso do Triplex no Guarujá, São Paulo, no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A defesa pediu a suspensão do julgamento, enquanto o Supremo não julgar um habeas corpus que questionava a validade de uma sessão da Quinta Turma do STJ por ter ocorrido virtualmente. 

Isso porque, segundo os advogados, desde que o caso chegou no tribunal, não houve nenhum julgamento presencial. "prejuízo irremediável sob a ótica do contraditório e da ampla defesa".
 
Na decisão, Fachin afirmou não haver ilegalidade passível de suspensão do julgamento no STJ e indeferiu a liminar.
 
Anteriormente, a defesa também pediu ao ministro Edson Fachin, a determinação de paralisação do julgamento até a Corte decidir sobre o pedido do ex-presidente para acessar três acordos assinados entre a Petrobras e Estados Unidos, no âmbito da Operação Lava-Jato. 

Segundo os advogados, esses documentos mostram que a Petrobrás assume culpa dos crimes, investigados pela operação Lava-Jato, e não coloca Lula como líder da organização criminosa. Nesse caso, o ex-presidente não é citado nas investigações. 
 

Condenação

 
Lula foi condenado no processo do triplex a oito anos e dez mes de prisão. No âmbito da Lava Jato, o ex-presidente foi acusado de receber proprina da construtora OAS por meio da entrega do triplex e reformas no imóvel.
 
*Estagiária sob supervisão da editora Liliane Corrêa


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade