Publicidade

Estado de Minas HIDROXICLOROQUINA

Deputado bolsonarista diz que cloroquina não funciona e pede que presidente 'obedeça a medicina'

Parlamentar, que ficou 11 dias na UTI, disse que chegou a pensar em gravar um vídeo para se despedir da família


postado em 08/07/2020 18:02 / atualizado em 08/07/2020 18:27

Sóstenes é aliado de Bolsonaro e já criticou o isolamento social, desprezando as recomendações de cientistas(foto: Agência Brasil/Reprodução)
Sóstenes é aliado de Bolsonaro e já criticou o isolamento social, desprezando as recomendações de cientistas (foto: Agência Brasil/Reprodução)
O deputado Sóstenes Cavalcante (DEM), grande aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi contaminado pelo novo coronavírus. Ele ficou internado na UTI por 11 dias e teve 70% do pulmão comprometido pela doença. Defensor do uso da cloroquina, o deputado admitiu que o medicamento não funciona e aconselhou Bolsonaro a “obedecer a medicina.” As informações são da Folha de S.Paulo.
A justificativa dada por Sóstenes para a ineficácia do remédio foi o uso tardio da medicação. Essa teoria não tem respaldo científico. "Mas quando o vírus vem na forma mais grave, acho que nada resolve", disse. 
 
 
O parlamentar afirma que a cloroquina não trouxe melhoras e que pensava em gravar um vídeo de adeus para a família. "Não sou mais o mesmo", afirma, descrevendo-se mais "paz e amor" nos embates contra rivais. Deputados de esquerda lhe mandaram mensagens de solidariedade no hospital. "Isso ajuda a gente a lutar."
 
Sóstenes já criticou o isolamento social, desprezando as recomendações de cientistas. Ele ainda afirma não estar convencido de que o isolamento impede o avanço do vírus. Apesar do aumento de casos, o deputado defende a abertura de igrejas.
 
 
 
*Estagiária sob supervisão da editora Liliane Corrêa



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade