Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Após vereador testar positivo ao coronavírus, Câmara de BH será isolada

A partir desta quarta-feira, Legislativo municipal estará fechado; previsão de retorno é no dia 26 de março


postado em 17/03/2020 11:40 / atualizado em 17/03/2020 14:44

Câmara Municipal de BH será isolada por sete dias(foto: Bernardo Dias/CMBH)
Câmara Municipal de BH será isolada por sete dias (foto: Bernardo Dias/CMBH)
Depois de o vereador Gabriel Azevedo (sem partido) testar positivo ao coronavírus, a Câmara Municipal de Belo Horizonte decidiu por isolar demais parlamentares, além de servidores e funcionários da Casa por sete dias. Gabriel divulgou o resultado do exame na manhã desta terça-feira, por meio das redes sociais, e entrou em isolamento domiciliar. Ele não apresenta os sintomas da COVID-19.
 
Presidente da câmara, Nely Aquino (Pode) disse que a câmara estará fechada a partir desta quarta-feira. Nesta terça-feira, foi decretado ponto facultativo. A expectativa é de que o trabalho na Casa seja retomado no dia 26 de março.
 
“Após a confirmação de um vereador em que o teste deu positivo para coronavírus, a Câmara Municipal decide que hoje, (terça-feira), será ponto facultativo. A partir de amanhã (quarta-feira), estaremos de portas fechadas. Todos os servidores, vereadores e funcionários da câmara deverão ficar em isolamento por sete dias e retornaremos os trabalhos possivelmente na próxima quinta-feira”, disse Nely.
 
A presidente da Casa disse ainda que a medida é apenas uma forma de prevenção, e que a população não deve entrar em pânico. Na tarde dessa segunda, Gabriel esteve na Câmara Municipal para participar de uma reunião da comissão especial formada para tratar de assuntos relativos ao coronavírus. Além dele, o grupo é composto pelos vereadores Dr. Nilton (Pros) e Carlos Henrique (sem partido).
 
“É um momento que temos que estar atentos. Não queremos criar pânico na população, é só uma prevenção. Tivemos uma reunião ontem (segunda-feira), extraordinária, e esse vereador esteve em contato com todos os colegas e com servidores. A decisão é para evitar um transtorno maior em toda cidade”, completou Nely.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade