Publicidade

Estado de Minas

PSDB cumprimenta Regina Duarte e ironiza: 'Se fosse com o PT, seria José de Abreu'

Eleitora de longa data do partido, atriz assumiu tom conservador desde as eleições de 2018


postado em 21/01/2020 09:56 / atualizado em 21/01/2020 12:55

(foto: Reprodução Instagram)
(foto: Reprodução Instagram)

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) cumprimentou Regina Duarte - célebre eleitora da sigla - pela indicação à Secretaria de Cultura. A atriz encontrou o presidente Jair Bolsonaro nessa segunda-feira (20) para selar o que ele chamou de "noivado com o governo". 

"Desejamos toda sorte e bom trabalho à grande atriz Regina Duarte", publicou o perfil oficial da legenda no Twitter. 



O tweet recebeu uma avalanche de críticas e comentários ácidos, que a legenda respondeu com bom humor. "Estão reclamando do quê? Se fosse com o PT, seria José de Abreu", postou a legenda. 



Segundo interlocutores do presidente, Regina fará uma visita à Secretaria de Cultura nesta quarta-feira (22), com o objetivo de conhecer a estrutura do órgão. Depois disso, espera-se que ela responda se aceitará ou não o convite feito para assumir a pasta. 

Um dos mais conhecidos rivais políticos e desafetos da artista, José de Abreu não poupou alfinetadas à colega desde que ela foi chamada a integrar o Executivo. “A mulher ideal para participar do governo nazista-homofóbico-miliciano”, escreveu o ator no Instagram. 

O comentário acompanha o print de um trecho de uma entrevista da 'namoradinha do Brasil' ao jornal O Estado de S.Paulo, concedida pouco antes do segundo turno das eleições de 2018, em que ela faz elogios a Bolsonaro. "Encontrei um cara doce, um homem dos anos 50, que faz brincadeiras homofóbicas, mas da boca pra fora, um jeito masculino que vem desde Lobato, que chamava o brasileiro de preguiçoso e dizia que lugar de negro é na cozinha. Sem nenhuma maldade”, disse a global na ocasião. 


Publicidade