Publicidade

Estado de Minas

Polícia cumpre mandado de busca e apreensão na Prefeitura de Ribeirão das Neves por desvio de R$ 4,3 milhões

Segundo as investigações, empresários, agentes públicos e políticos estão envolvidos no caso


postado em 22/11/2019 08:20 / atualizado em 22/11/2019 10:24

Organização desviava recursos mediante pagamentos por serviços não prestados no setor de locação de máquinas pesadas(foto: Reprodução/Google Street View)
Organização desviava recursos mediante pagamentos por serviços não prestados no setor de locação de máquinas pesadas (foto: Reprodução/Google Street View)
A Prefeitura de Ribeirão das Neves amanheceu nesta sexta-feira cercada de agentes da Polícia Militar e da Polícia Civil de Minas Gerais. Por ordem do Ministério Público, os policiais cumpriram um mandado de busca e apreensão na sede executiva da cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte. As investigações da operação, batizada de Oitavo Círculo, indicam que houve desvio de R$ 4,3 milhões da verba pública municipal.
 
Segundo o MP, uma organização criminosa desviava recursos públicos mediante pagamentos por serviços não prestados no setor de locação de máquinas pesadas. A quadrilha seria composta por empresários, agentes públicos e políticos, que executou crimes de fraude à licitação e de peculato.
 
Os mandados também foram cumpridos em sedes de empresas e residências dos investigados situadas nas cidades de Ribeirão das Neves, Belo Horizonte, Sete Lagoas e Ibirité. Ordens de bloqueio de valores e bens no montante de até R$ 4,3 milhões também foram expedidas.
 
A operação na prefeitura contou com a participação de três promotores de Justiça, três delegados e 64 investigadores da Polícia Civil e 16 policiais militares.
 
Por meio de nota, a prefeitura disse que desconhece qualquer ato de irregularidade da atual gestão. O Executivo disse também que, "assim que estiver tudo esclarecido", fará um pronunciamento oficial.


Publicidade