Publicidade

Estado de Minas

Bolsonaro cancela entrevista coletiva após libertação de Lula

Do estádio, Bolsonaro seguiu para a inauguração do escritório político do Major Vitor Hugo, líder do governo na Câmara.


postado em 08/11/2019 18:38 / atualizado em 08/11/2019 19:59

Presidente Jair Bolsonaro durante evento para entrega de ônibus escolares, em Goiás(foto: Isac Nóbrega/PR)
Presidente Jair Bolsonaro durante evento para entrega de ônibus escolares, em Goiás (foto: Isac Nóbrega/PR)
O presidente Jair Bolsonaro cancelou uma entrevista coletiva que daria depois da entrega de ônibus escolares em Goiás. Tudo para não comentar sobre a libertação do ex-presidente Lula. A equipe de Bolsonaro havia levado os repórteres para uma sala no estádio Serra Dourada, onde ocorreu a entrega dos veículos, mas, minutos depois, todos foram avisados de que o presidente não falaria mais. 

 

Do estádio, Bolsonaro seguiu para a inauguração do escritório político do Major Vitor Hugo, líder do governo na Câmara. O presidente falou apenas com que estava no local. A imprensa não teve acesso ao evento. Fontes disseram que Bolsonarou usou a maior parte de sua fala para elogiar o parlamentar.
 
No Palácio do Planalto o dia foi de muita tensão. O entorno do presidente sabe que, com Lula livre, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de vetar a prisão em segunda instância. Lula ainda é ficha suja, não pode ser candidato, mas tem força para fazer uma oposição que fará muito barulho.
 
Em comício para militantes, em Curitiba, em frente à sede da Polícia Federal, onde passou os últimos 580 dias, Lula disse que a missão dele de enfrentar o governo Bolsonaro começará amanhã (sábado). Ele promete percorrer o país. Bolsonaro, por sua vez, espera reaglutinar a direita. Parte de seus defensores romperam com ele devido à radicalizado no discurso. 
 
 


Publicidade