Publicidade

Estado de Minas

Deputados boicotam sabatina com secretário de Meio Ambiente na ALMG

Integrantes da comissão da área abandonaram a reunião porque a presidência da sessão ficou a cargo do grupo da Agropecuária e Agroindústria


postado em 19/06/2019 14:59 / atualizado em 19/06/2019 15:23

Germano Vieira foi ouvido pelos deputados em reunião conjunta de comissões na Assembleia(foto: Clarissa Barçante )
Germano Vieira foi ouvido pelos deputados em reunião conjunta de comissões na Assembleia (foto: Clarissa Barçante )

A reunião do secretário de Meio Ambiente Germano Vieira na Assembleia Legislativa para prestar contas, na manhã desta quarta-feira (19), foi realizada sem a presença dos deputados da comissão que cuida especificamente da área no Legislativo. Os parlamentares abandonaram a sabatina insatisfeitos porque queriam comandar os trabalhos, mas a condução da sessão foi dada ao presidente da Comissão de Agropecuária e Agroindústria,  Coronel Henrique (PSL).

Logo no início da reunião, os deputados da comissão de Meio Ambiente da ALMG Noraldino Junior (PSC), Raul Belém (PSC), Gustavo Santana (PL), Carlos Pimenta (PDT), Oswaldo Lopes (PSD) se rebelaram. Eles deixaram o evento com o secreário após serem informados de que o encontro seria presidido pelo outro grupo.

O encontro ocorreu com os parlamentares das comissões de Agropecuária e Agroindústria e de Minas e Energia e outros que quiseram participar.

O presidente da comissão de Meio Ambiente Noraldino Junior (PSC) afirmou que o colegiado pretende convocar o secretário Germano para um encontro com eles. “Foi uma iniciativa dos membros da comissão que viram que a reunião estava sendo mais direcionada para a questão do agronegócio, das indústrias. Não é o tema que a comissão de Meio Ambiente nem a população esperavam. Depois vamos chamá-lo na comissão do Meio Ambiente para falar sobre o meio ambiente”, afirmou.

De acordo com o parlamentar, o regimento da Assembleia determina que o parlamentar mais velho presida as reuniões conjuntas. Mas a Comissão de Agroindústria já havia conduzido uma sabatina no dia anterior com a secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento Ana Maria Soares Valentini. Com isso, os deputados esperavam que fosse diferente.

Desprestígio


“Como teve a reunião de agro ontem entendemos que a comissão de meio ambiente ficou desprestigiadas e os assuntos ambientais não tiveram a relevância que representam em Minas hoje. Achamos louvável a iniciativa do Assembleia Fiscaliza mas vamos conversar com o presidente Agostinho Patrus (PV) para que esses ajustes sejam feitos para as próximas reuniões”, explicou Noraldino.

Na reunião, o secretário Germano Vieira falou sobre a municipalização das licenças ambientais no estado. De acordo com ele, 55 prefeituras já se capacitaram para assumir o trabalho neste ano. Ele também destacou o trabalho para desburocratizar os processos de liberação de empreendimentos.

O secretário teve de responder a vários questionamentos sobre os passivos ambientais gerados pelo rompimento das barragens da Vale em Brumadinho e Mariana. Falou ainda sobre quais medidas estariam sendo tomadas para impedir efeitos danosos da exploração da mineração no entorno da Serra da Piedade.


Publicidade