Publicidade

Estado de Minas

Vagas oferecidas pelo governo Zema em MG ainda não estão disponíveis

Segundo a Seplag, questões técnicas estão sendo resolvidas para que a inscrição seja aberta


postado em 11/03/2019 11:48

O governo de Minas prometeu disponibilizar até 300 vagas na administração direta e 200 na indireta(foto: Alexandre Guzanshe / EM /D.A. Press)
O governo de Minas prometeu disponibilizar até 300 vagas na administração direta e 200 na indireta (foto: Alexandre Guzanshe / EM /D.A. Press)

As prometidas vagas do governo de Minas para cargos comissionados de chefia no estado ainda não entraram no ar. Segundo anunciado pelo secretário de Planejamento e Gestão Otto Levy na sexta-feira, o site do programa Transforma Minas vai disponibilizar os primeiros cargos para candidatura nesta segunda-feira (11). A previsão era que isso já ocorresse pela manhã, mas a Secretaria de Planejamento e Gestão confirmou que houve um atraso por questões técnicas.


Segundo o governo, ao logo de um ano serão oferecidos 300 postos de trabalho para funções de chefia na administração direta, que vão de subsecretário de estado a chefia de superintendências e a diretor de órgãos públicos. Em um segundo momento serão ofertadas mais 200 vagas na administração indireta.


Os salários vão de R$ 7 mil a R$ 20 mil e, como vem sendo o procedimento no estado, serão parcelados em duas vezes até segunda ordem, como ocorre com todo o funcionalismo.

O interessado terá de responder a um teste de “aderência”. Segundo o estado, a etapa não é obrigatória e consiste em preencher um formulário online que será usado “para conhecer melhor seus (do candidato) valores e aderência aos objetivos do Governo de Minas Gerais”.
De acordo com a Seplag, as candidaturas para as vagas serão via site www.transformaminas.mg.gov.br. Nele, o usuário encontra informações sobre as etapas de seleção, que terão teste de perfil e três entrevistas: por competências, com especialistas e final, além da análise curricular. O site informa que os candidatos poderão se inscrever para mais de uma vaga.

A seleção é nacional, portanto, as vagas estão disponíveis para pessoas de outros estados que queiram um emprego em Minas. “Nas etapas do processo há entrevistas que preveem questionamentos sobre a estrutura das secretarias estaduais envolvidas, seus objetivos e programas vigentes. Quem está mais próximo ou atento à realidade do Estado tende a se sentir mais confortável nesta fase, mas candidatos de outras regiões podem pesquisar e, da mesma forma, estarão aptos a responder às perguntas”, diz o informativo.

O governo de Minas foi procurado para saber quando as vagas entrarão no ar nesta segunda-feira mas ainda não repassou a informação.


Publicidade