UAI
Publicidade

Estado de Minas

Servidores municipais em Minas podem terminar ano sem salário e abono de Natal, afirma AMM

De acordo com o presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), 90% das cidades mineiras devem ficar sem o pagamento de dezembro e 13º salário neste ano.


postado em 22/10/2018 15:56 / atualizado em 22/10/2018 18:40

Servidores de 90% dos municípios mineiros deverão ficar sem salário e o abono de Natal deste ano.

O alerta foi feito nesta segunda-feira (22) pelo presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), Julvan Lacerda, também prefeito de Moema.

De acordo com ele a crise financeira nas prefeituras tem como principal causa o atraso no repasse de verbas pelo governo estadual, cuja dívida já chega a mais de R$ 9 bilhões. Segundo Julvan, depois do primeiro turno das eleições, quando Fernando Pimentel (PT) terminou na terceira colocação, os atrasos ficaram ainda piores.

A AMM promove na tarde desta segunda-feira uma sabatina com os candidatos a governador. O senador Antonio Anastásia (PSDB) e o empresário Romeu Zema (Novo). Pouco antes do início do evento, no entanto, a assessoria de Zema anunciou que o candidato não participará do evento.

Em viagem a Uberlândia na manhã de hoje, a assessoria alegou que o candidato não conseguiria chegar a tempo.No auditório lotado de prefeitos, o anuncio da ausência de Zema foi fortemente vaiado.

A AMM não se manifestará oficialmente por nenhum candidato. Mas segundo Gilvan, ainda hoje ele decidirá seu voto e trabalhará pelo candidato nessa última semana de campanha.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade