Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Rodrigo Pacheco e Carlos Viana são eleitos senadores por Minas Gerais

Líder das pesquisas de intenção de votos, Dilma Rousseff foi a quarta mais votada


postado em 07/10/2018 20:56 / atualizado em 07/10/2018 21:14

Rodrigo Pacheco (e) e Carlos Viana (d) foram eleitos neste domingo(foto: Montagem com fotos de Jair Amaral/EM/D.A Press)
Rodrigo Pacheco (e) e Carlos Viana (d) foram eleitos neste domingo (foto: Montagem com fotos de Jair Amaral/EM/D.A Press)

Rodrigo Pacheco (DEM) e Carlos Viana (PHS) são os novos senadores por Minas Gerais neste domingo. Durante o processo de apuração dos votos, os dois se alternaram na liderança e registraram índices próximos a 20%. Eles substituem Aécio Neves (PSDB) e Zezé Perrella (MDB) no cargo.

Líder das pesquisas de intenção de voto divulgadas às vésperas das eleições, a ex-presidente Dilma Rousseff foi apenas a quarta mais votada no estado, com 15%. Em terceiro, ficou Dinis Pinheiro (SD).

Quem é quem

Rodrigo Otávio Soares Pacheco tem 41 anos, é advogado e especialista em direito penal. Elegeu-se para um cargo político pela primeira vez em 2014, quando conquistou uma cadeira na Câmara dos Deputados pelo MDB.

Candidato a prefeito de Belo Horizonte nas eleições de 2016, terminou em terceiro lugar, com 118.772 votos. Neste ano, tentou viabilizar sua candidatura a governador de Minas Gerais pelo MDB, mas diante do insucesso, migrou para o DEM.

Jornalista, apresentador e radialista, Carlos Viana, de 55 anos, disputa um cargo político pela primeira vez nestas eleições. Para ser candidato, filiou-se este ano ao PHS do prefeito Alexandre Kalil – que inclusive declarou voto nele e licenciou-se da Prefeitura de Belo Horizonte para ajudar na campanha.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade