Publicidade

Estado de Minas

Rodrigo Pacheco desiste de candidatura ao governo de Minas

Depois de encontro com o senador Antonio Anastasia (PSDB), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (RJ), e o candidato do PSDB a presidente da República, Geraldo Alckmin, Pacheco disputará o Senado


postado em 06/08/2018 16:14 / atualizado em 06/08/2018 20:33

Durante convenção no domingo, Rodrigo Pacheco reafirmou que será candidato a governador(foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press)
Durante convenção no domingo, Rodrigo Pacheco reafirmou que será candidato a governador (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press)

Um dia depois de ter o nome aprovado em convenção para disputar o governo de Minas Gerais, o deputado federal Rodrigo Pacheco (DEM) desistiu do cargo e concorrerá ao Senado Federal.

 

O assunto foi tratado na tarde desta segunda-feira com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (RJ), e o senador Antonio Anastasia (PSDB), candidato a governador. A expectativa é que o candidato a presidente da República pelo PSDB, Geraldo Alckmin, chegue a BH para participar do anúncio.

 

No domingo, Pacheco afirmou que não havia possibilidade de desistir da candidatura – negando rumores que poderia compor com Anastasia.

Nas peças publicitárias, no entanto, os textos constavam apenas qualidades associadas ao candidato, sem conter a palavra governador, como costuma ocorrer.

Nas últimas semanas, a desistência de Rodrigo Pacheco e a aliança com os tucanos ganharam força, principalmente após o candidato à presidência da República, Geraldo Alckmin, conseguir apoio do Centrão. No entanto, Pacheco afirmava que sua candidatura não seria afetada pelo acordo nacional. Ele chegou a afirmar que recebeu o sinal verde do DEM para manter sua candidatura.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade