Publicidade

Estado de Minas

Rodrigo Pacheco é oficializado ao governo de Minas e diz que não vai desistir de candidatura

Candidato do DEM não contou com a presença das lideranças nacionais na convenção realizada na manhã deste domingo


postado em 05/08/2018 13:17 / atualizado em 05/08/2018 17:09

Rodrigo Pacheco (DEM) e a vice Ana Paula Junqueira (PP) foram oficializados em convenção neste domingo(foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press )
Rodrigo Pacheco (DEM) e a vice Ana Paula Junqueira (PP) foram oficializados em convenção neste domingo (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press )
O deputado Rodrigo Pacheco foi oficializado no começo da tarde  deste domingo como candidato do DEM ao governo de Minas. Em convenção realizada no hotel Ouro Minas, a candidatura dele foi referendada, mesmo sem contar com a presença das lideranças nacionais do partido, como o presidente do DEM, Antonio Carlos Magalhães Neto, e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

A vice na chapa com Pacheco é Ana Paula Junqueira e o candidato ao Senado é Renzo Braz, ambos do PP.

Em coletiva, Pacheco reafirmou que não há chances de desistir da disputa. "Não há por nossa parte nenhuma perspectiva de desistir da candidatura", afirmou. O nome de Pacheco era cogitado para compor com outros partidos. O adversário Antônio Anastasia (PSDB) fez uma série de elogios públicos ao Democrata, sinalizando que gostaria de tê-lo na chapa. 

Antes disso, porém, em duas oportunidades o então pré-candidato convocu a imprensa para dizer que não desistiria de concorrer.

Em seu discurso para a militância, Rodrigo Pacheco atacou a gestão atual de Fernando Pimentel. "Vivemos no estado um desgoverno", disse, criticando atrasos dos salários dos servidores a "fuga" de empresas e investimentos em Minas.

"Vivemos hoje um estado de desgoverno total, sem planejamento e irresponsável. E pior: não paga o salário dos funcionários públicos em dia. A administração atual reclama do governo anterior à dela, mas é irresponsável", declarou. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade