Publicidade

Estado de Minas

Jô Moraes, do PCdoB, deverá ser anunciada vice de Pimentel na disputa em Minas

Integrantes dos partidos fazem reuniões nesta segunda-feira para definir a chapa, que tem ainda o apoio do PR e PSDC


postado em 06/08/2018 13:51 / atualizado em 06/08/2018 14:04

 

Jô Moraes confirmou que pode retirar candidatura ao Senado (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press)
Jô Moraes confirmou que pode retirar candidatura ao Senado (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press)

 A deputada federal Jô Moraes (PCdoB) deverá ser a candidata a vice-governadora na chapa encabeçada por Fernando Pimentel (PT), que tenta a reeleição. Na convenção realizada nesse domingo, o PT deixou em aberto quem será o vice. 


A costura política em torno da dobradinha foi iniciada na madrugada desta segunda-feira e deverá ser anunciada nas próximas horas. Integrantes do PT, PCdoB estão reunidos nesta tarde para bater o martelo.

Jô Moraes, que teve o nome aprovado para disputar o Senado em convenção realizada nesse sábado, confirmou a disposição para ser vice-governadora.

“Cumprirei o que a agenda definir. Com o meu compromisso com o país e Minas, não há como ter qualquer objeção a esse ajuste”, afirmou Jô Moraes.

Embora tenha terminado nesse domingo o prazo para as definições partidárias, a deputada afirmou que a ata da reunião autorizou a comissão executiva do PCdoB a fazer “ajustes necessários” até hoje, prazo para o registro do resultado das convenções no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais.

A coligação terá ainda a participação do PR e PSDC.

Ala do PSB contrária ao lançamento da candidatura de Marcio Lacerda (PSB) também negocia participação na aliança. A candidatura de Lacerda está em discussão na Justiça Eleitoral, já que a direção nacional da legenda anulou a convenção que aprovou o nome dele para a disputa do Palácio da Liberdade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade