Publicidade

Estado de Minas

Candidato ao governo de MG declara patrimônio milionário ao TRE

O empresário Romeu Zema, primeiro a pedir registro da candidatura, informou que pretende gastar até R$ 14 milhões com a campanha eleitoral


postado em 06/08/2018 11:33 / atualizado em 06/08/2018 12:11

Zema foi o primeiro candidato a pedir o registro ao TRE(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Zema foi o primeiro candidato a pedir o registro ao TRE (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)

Primeiro candidato ao governo de Minas a registrar o nome para a disputa no Tribunal Regional Eleitoral, o empresário Romeu Zema (Novo) declarou um patrimônio de quase R$ 70 milhões. Ele pretende gastar até R$ 14 milhões com a campanha ao Palácio da Liberdade

O candidato ao governo informou ter R$ 69.752.863,96 em bens, dos quais mais de R$ 60 milhões são em “quotas ou quinhões de capital”.

Zema declarou ter uma casa no valor de R$704.864,25. O restante dos bens foram descritos como depósitos, investimentos, fundos e poupança. Ele informou ainda um veículo de R$ 59 mil.

O vice na chapa, também empresário Paulo Brant (Novo), informou ter R$ 1.890.662,07 em bens. Entre o que foi listado pelo ex-presidente da Cenibra está um apartamento de R$ 928,4 mil. Ele também declarou um terreno e fundos, créditos e aplicações, além de um automóvel de R$ 46 mil.

Romeu Zema é de Araxá, no Alto Paranaíba, e disputa pela primeira vez uma eleição. Aos 53 anos, é dono de uma rede de varejo com 440 lojas no interior do estado e mais 360 postos de combustíveis.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade