Publicidade

Estado de Minas

Lacerda ignora ordem do PSB e pede que filiados aprovem sua candidatura

O ex-prefeito de Belo Horizonte divulgou áudio pedindo ajuda dos socialistas no estado para derrotar a direção nacional da legenda em convenção


postado em 02/08/2018 13:38 / atualizado em 02/08/2018 13:48

Lacerda pediu aos delegados que compareçam em peso à convenção no sábado(foto: Túlio Santos)
Lacerda pediu aos delegados que compareçam em peso à convenção no sábado (foto: Túlio Santos)

O pré-candidato a governador, ex-prefeito Marcio Lacerda (PSB), afirmou na manhã desta quinta-feira que continua concorrendo ao Palácio da Liberdade, mesmo com a negativa da direção nacional do seu partido, e pediu ajuda aos delegados para aprovar seu nome em convenção no sábado.

No áudio enviado por WhatsApp aos apoiadores, Lacerda diz que não concordou com a intervenção nacional do PSB em sua candidatura e, em conversa com aliados mais próximos, decidiu manter seu nome na disputa. “Por isso, é muito importante que todos os delegados e apoiadores compareçam ao congresso, à convenção do PSB no próximo sábado no Hotel Boulevard na Savassi pela manhã. A posição será de manter a candidatura”, disse.

Lacerda fez referência à carta divulgada na noite de ontem, na qual disse receber com desprezo a decisão do partido. O ex-prefeito afirmou que sua estratégia é aprovar o próprio nome na convenção estadual e, na sequência, levar a decisão à convenção nacional do PSB no domingo.

O ex-prefeito afirmou que, por enquanto, não houve nenhuma resolução formal do partido endereçada à direção estadual. Lacerda, que preside o PSB de Minas, disse que continua dialogando com os partidos com os quais pretende fechar a aliança. “Estaremos todos os delegados eleitos em Brasília, no domingo dia 5, reafirmando nossa posição”, disse.

Lacerda dará entrevista coletiva sobre o assunto ainda na tarde desta quinta-feira.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade