Publicidade

Estado de Minas

Diretório do PSB em BH rejeita acordo com PT e reafirma candidatura de Lacerda

Socialistas da capital mineira foram convocados para a convenção do partido, no próximo sábado, para defender a candidatura do ex-prefeito Lacerda


postado em 01/08/2018 21:53 / atualizado em 02/08/2018 09:53

(foto: PSB/Divulgação (28/06/2018))
(foto: PSB/Divulgação (28/06/2018))

O diretório do PSB em Belo Horizonte divulgou na noite desta quarta-feira (1) uma nota repudiando o acordo firmado entre o diretório nacional da legenda com o PT e mantendo a candidatura de Marcio Lacerda ao Palácio da Liberdade. 


A legenda defendeu a “não aceitação” e a “resistência” do PSB em Minas Gerais para impedir que o partido apoie a reeleição do governador Fernando Pimentel (PT).

“O PSB e o povo mineiro, como também a candidatura de Marcio Lacerda, não podem ser objeto de espúria moeda de troca, em favor da manutenção de gestões incompetentes e rejeitadas. Impõe-se, portanto, a não aceitação bem como a resistência que possa restaurar o debate democrático a ética das relações politicas”, diz a nota.

Os filiados do PSB na capital mineira foram convocados para o congresso estadual da legenda, que está marcado para sábado, dia 4, no Boulevard Hotel, na Savassi, segundo a nota, “para lançamento das candidaturas ao governo do estado, ao Congresso Nacional e Assembleia Legislativa”.

O presidente do diretório municipal do PSB, Gelson Leite, considera que a maioria dos delegados do partido no estado se manifestou a favor da candidatura de Lacerda e a posição será confirmada no sábado.

“Nós vamos resistir a essa insistência do diretório nacional sobre a retirada da candidatura. A convenção estadual é soberana e não vamos aceitar essa imposição. Outros diretórios do estado também já se manifestaram dessa forma. Não tem a menor chance de apoiarmos a candidatura do PT em Minas”, afirmou Gelson Leite.  

 

 

Confira a nota do diretório do PSB de Belo Horizonte na íntegra:

 

 

O Diretório do PSB/BH, quanto à posição da Nacional do partido relativa à candidatura de Márcio Lacerda do Governo de Minas, vem manifestar:

 1. Seu veemente repúdio a que decisões tomadas fora de Minas Gerais, em benefício de composição política que foge aos interesses legítimos do Estado, seja motivo para tentar impedir uma candidatura que crescia surpreendentemente e se consolidava como uma terceira via;

2. Sua plena discordância com a posição manifestada pelo sr. Carlos Siqueira, presidente nacional do partido, com relação à possível retirada da candidatura de Márcio Lacerda ao Governo de Minas, contrariando suas posições anteriores de pleno apoio ao candidato do partido em Minas;


3. Recomenda a todos os filiados do PSB que compareçam ao Congresso Estadual que será realizada sábado próximo dia 4, para lançamento das candidaturas ao Governo do Estado, ao Congresso Nacional e Assembleia Legislativa; 


4. O PSB e o povo mineiro, como também a candidatura de Márcio Lacerda, não podem ser objeto de espúria moeda de troca, em favor da manutenção de gestões incompetentes e rejeitadas. Impõe-se, portanto, a não aceitação bem como a resistência que possa restaurar o debate democrático a ética das relações políticas;


5. O PSB irá ao Congresso Estadual de sábado e espera que suas decisões sejam respeitadas pelo Diretório Nacional, como nos rege a democracia interna, sem ingerências e intervenções estranhos e injustificáveis, em claro desrespeito as tradições históricas e políticas de Minas Gerais.

Belo Horizonte – MG, 01 de agosto de 2018

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade