Publicidade

Estado de Minas

Ao lado de Roberto Jefferson, Alckmin participa de convenção nacional do PTB

Tucano foi recebido aos gritos de 'é o meu Brasil, cara da gente, Geraldo para presidente'


postado em 28/07/2018 10:24 / atualizado em 28/07/2018 12:31

(foto: Cristina Horta/EM/D.A Press e AFP/Evaristo Sá)
(foto: Cristina Horta/EM/D.A Press e AFP/Evaristo Sá)

Pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB, Geraldo Alckmin foi recebido na manhã deste sábado, 28, por Roberto Jefferson, presidente do PTB, na convenção nacional do partido trabalhista em Brasília. Antes de a convenção começar, os dois foram ao restaurante do hotel onde o evento acontece para o café da manhã.

Na mesma mesa também estava a filha de Jefferson, deputada Cristiane Brasil (RJ), que recebeu autorização judicial esta semana para participar da convenção. A parlamentar é um dos alvos da Operação Registro Espúrio, que apura esquema de fraudes na liberação de registros sindicais no Ministério do Trabalho.

Acompanhado da mulher, Lu Alckmin, o tucano caminhou acompanhado de Jefferson e tirou fotos com diversos petebistas, entre eles a própria Cristiane. Alckmin foi abordado até mesmo durante o café e, por fim, não conseguiu comer.

Em seguida, na convenção, o tucano foi recebido aos gritos de "é o meu Brasil, cara da gente, Geraldo para presidente". A expectativa é de que ele faça um discurso e, depois, volte para São Paulo para participar da convenção estadual de seu partido.

Na noite de quinta-feira (26), Alckmin teve uma reunião com Roberto Jefferson. A conversa aconteceu no mesmo dia em que o tucano recebeu oficialmente o apoio de PP, PRB, PR, DEM e Solidariedade para sua campanha.

A conversa com Roberto Jefferson também ocorreu em meio à procura por um vice para a chapa do tucano. Alckmin chegou a sinalizar que "não obrigatoriamente" seu vice precisará ser um nome indicado pelo Centrão.

Essa possibilidade abre espaço para indicação de outros partidos que estão na aliança tucana, como o próprio PTB, o PSD, o PPS ou até o PV, cujo apoio é dado como certo no partido.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade