Publicidade

Estado de Minas

PF prende, mais uma vez, operador do PSDB Paulo Vieira de Souza

Segundo a decisão judicial, a prisão de Souza é necessária para "assegurar a instrução criminal"


postado em 30/05/2018 08:54 / atualizado em 30/05/2018 09:25

(foto: ROBSON FERNANDJES/ESTADAO CONTEUDO)
(foto: ROBSON FERNANDJES/ESTADAO CONTEUDO)

A Polícia Federal (PF) prendeu o ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza, apontado como operador do PSDB, nesta quarta-feira, 30. Segundo a decisão judicial, a prisão de Souza é necessária para "assegurar a instrução criminal". A Justiça afirmou que testemunha ou ré ameaçada não expõe toda a verdade e prejudica a coleta das provas. Souza é suspeito de constranger testemunhas. Ele nega.

O operador do PSDB é acusado pelo desvio de recursos de R$ 7,7 milhões da Dersa, entre os anos de 2009 e 2011 (nos governos José Serra e Geraldo Alckmin).

Paulo Vieira de Souza havia sido preso em 6 de abril. Ficou custodiado até 11 de maio quando foi solto por decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

A PF também procura o ex-chefe de Assentamento da Dersa Geraldo Casas Vilela.

(Fausto Macedo e Julia Affonso)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade